Conheça a história do Méliuz, programa de fidelidade em e-commerce

Deixar um comentário

Você já ouviu falar no Méliuz? Trata-se de um programa de fidelidade em que o usuário compra nos maiores varejistas do e-commcerce brasileiro, como Walmart, Submarino e Saraiva, entre muitos outros, e recebe parte do dinheiro de volta.

Para participar, o usuário precisa se cadastrar no site – o que pode ser feito a partir da conta do Facebook – e começar a comprar nas lojas virtuais. Conforme o usuário vai comprando ao estar logado no Méliuz, mais vai acumulando dinheiro para “cashback”. Quando a quantia chega nos R$ 20, ele pode optar entre receber a quantia na conta bancária ou continuar comprando e acumulando. Saiba mais sobre a marca aqui.

Méliuz é programa de fidelidade com cashback
Empresa brasileira voltada para programas de fidelidade utiliza conceito de cashback para atrair novos consumidores. Foto: iStock, Getty Images

Méliuz investe em conceito de cashback

De acordo com Ofli Guimarães, um dos fundadores da empresa, a proposta do Méliuz é que o usuário saiba exatamente o quanto ele está recebendo de volta e quanto vale a fidelidade dele. Ou seja, quanto mais o usuário comprar, mais ele receberá dinheiro de volta. “Isso é positivo para o cliente porque ele pode acumular o dinheiro, que não expira, e, quando achar necessário, pode recebê-lo na própria conta bancária”, explica.

Em funcionamento desde 2011, o site já reúne mais de 1,2 mil importantes lojas virtuais e, em 2014, gerou R$ 161 milhões em vendas para as lojas parceiras, prevendo fechar o ano de 2015 com R$ 400 milhões gerados em volume de vendas. No sistema de cashback, o Méliuz já depositou mais de R$ 7 milhões nas contas bancária dos usuários até 2015.

A história da marca

Os fundadores da marca, Israel Salmen e Ofli Guimarães, eram assíduos dos programas de fidelidade. No entanto, ao trocar os pontos por produtos, ficavam com a sensação de que eles não compensavam o consumidor da melhor maneira. Como ambos já possuíam o espírito empreendedor, optaram por criar o seu próprio programa de fidelidade, no qual, em vez de acumular pontos e trocá-los por produtos, os usuários receberiam parte do dinheiro das compras de volta.

Em 2011, com investimento anjo e fundos próprios, os empreendedores lançaram a plataforma do Méliuz, unindo o formato programa de fidelidade e cupons de descontos, nos quais lojistas específicos oferecem aos consumidores descontos em determinados produtos ou seções.

Após quatro anos de funcionamento e crescimento intenso, em 2015, o Méliuz recebeu um aporte do maior investidor em startups do mundo, Fabrice Grinda, fundador da OLX, que também aposta na Uber e Alibaba.

O investimento, de acordo com Guimarães, é o reconhecimento do sucesso do Méliuz e a confirmação de que a nossa proposta é sólida, baseando-se no crescimento obtido anualmente e na ascensão do comércio eletrônico no Brasil.

Para o futuro, a marca projeta continuar incentivando o consumo pelas lojas virtuais, fidelizando os clientes às marcas e também à plataforma.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.