4 critérios para escolher um segmento de atuação

Deixar um comentário

Qual o melhor segmento de atuação para um empreendedor que quer iniciar um negócio? Responder a essa pergunta não é fácil, pois há muitas variáveis envolvidas. Para encontrar o melhor caminho, é preciso considerar muitos aspectos, tanto pessoais como de mercado, e até mesmo a concorrência. Confira nossas dicas para saber como tomar essa decisão.

Como escolher o segmento de atuação

Há muita gente que escolhe o segmento e atuação da sua empresa se baseando apenas em uma tendência de consumo. Esse até pode ser um argumento, mas nunca o único. O que você vai fazer caso a moda seja passageira? Ou caso você descubra que detesta trabalhar diariamente nessa área?

Por essas e outras, nossa dica é levar em conta vários critérios. Confira abaixo alguns deles, reflita bem sobre a sua ideia e boa sorte!

segmento de atuação
Suas habilidades pessoais podem pesar na hora de escolher o segmento de atuação. Foto: iStock, Getty Images

1. Talentos e habilidades

Seja honesto com você mesmo, porque esse primeiro item está diretamente relacionado com todos os outros que vêm a seguir. Em artigo publicado na Entrepreneur, o empreendedor Jeff Boss afirma que é preciso separar as atividades em que você de fato é bom daquelas em que você gostaria de ser bom.

2. O que você gostaria de fazer?

É preciso que haja um equilíbrio entre o que você gosta e o que você realmente vai fazer. Caso contrário, você não vai estar bem consigo mesmo, mas sim em um conflito interno permanente. Quando isso acontece, é preciso repensar se você está na área certa. Para evitar que isso aconteça, pense no que mais você gostaria de fazer, sempre ponderando se você estará feliz e bem consigo mesmo.

3. O que as pessoas precisam?

Depois que você identificar habilidades próprias, é preciso perceber a necessidade dos demais. Isso é importante porque são essas pessoas que irão compor seu futuro público-alvo. Entender e colocar à disposição no mercado produtos que as pessoas querem e, mais do que isso, precisam, é fundamental para o sucesso de um negócio.

Para isso, estude e faça pesquisas relacionadas ao mercado em que você pretende ingressar, para saber por quem, onde, como e com que frequência seu produto será consumido.

4. O que as pessoas vão pagar para ter?

Em alguns casos, a pessoa pode até querer determinado produto, mas isso não quer dizer que esteja disposta a gastar dinheiro – ou o preço que você pede – por ele. Nas suas pesquisas, aproveite para descobrir quanto o público está disposto a gastar no seu nicho.

Se, a partir da análise desses quatro critérios, você chegar à conclusão que tem um bom produto, com um bom preço, ou seja, uma ótima oportunidade de ganhar dinheiro, pense em um modelo de gestão escalável. Assim, caso você faça tudo certinho e tenha um rápido crescimento, poderá aumentar a produção sem grandes despesas em estrutura.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

Matérias relacionadas:

Análise de mercado simplificada: como garantir o sucesso da empresa

Empreender com êxito: conheça habilidades e competências essenciais para o sucesso

Conheça 7 habilidades profissionais essenciais no mundo dos negócios

Pesquisa de mercado é importante para minimizar riscos no e-commerce