4 dicas para um bom comunicado de férias coletivas

Deixar um comentário

Quando o final do ano se aproxima, muitas empresas optam por paralisar completamente as atividades – geralmente do Natal ao Ano Novo. Mas esse tipo de parada deve ser feita sempre com um planejamento adequado, para que ninguém seja surpreendido. Uma maneira de evitar problemas é preparando um comunicado de férias coletivas para colaboradores, fornecedores e clientes.

O que não pode faltar em um comunicado de férias coletivas

A ausência de um comunicado de férias coletivas pode causar transtornos para quem não fazia ideia de que as atividades iriam cessar por determinado período. Isso prejudica a credibilidade da empresa, que pode inclusive perder clientes e contratos, dependendo do tamanho da crise gerada. Para evitar que isso aconteça, veja abaixo quatro itens importantes ao elaborar esse tipo de comunicado.

comunicado de férias coletivas
Comunicado de férias coletivas devem ser elaborados conforme o público, e linguagem deve ser objetiva. Foto: iStock, Getty Images

1. Principais informações

Um comunicado de férias coletivas serve, essencialmente, para informar. Portanto, na hora de elaborá-lo, tenha isso em mente. Você deve se dirigir especialmente aos seus clientes e aos seus fornecedores, que precisam saber quando a empresa entra em férias e quando ela retoma as atividades. Essa informação deve ter o maior destaque e ficar clara.

2. Apresente uma linguagem clara e objetiva

Como o mais importante é a informação, não há necessidade em apresentar uma linguagem rebuscada, que torne o entendimento mais complicado. Seja claro e direto no que você tem a dizer. Isso evita confusões e facilita a compreensão da mensagem.

3. Saiba qual o público

É importante ressaltar que comunicados de férias coletivas devem ser diferentes conforme quem o recebe. Ou seja, o texto para o público interno (os funcionários e colaboradores) deve ser um, e o conteúdo para o público externo (clientes e fornecedores) deve ser outro.

Enquanto avisos externos exigem maior formalidade e menos detalhes de informações internas, o público interno pode receber um conteúdo mais informal, e as informações de cunho mais sigiloso podem ser divulgadas.

4. Seja simpático

Ao final do texto, você pode mandar uma mensagem de final de ano, caso seja esse o motivo das férias coletivas, para tornar mais leve o conteúdo do texto. Não se esqueça de pedir desculpas pelo eventual transtorno causado e prometa voltar na data estipulada. Por fim, coloque-se à disposição para esclarecer qualquer dúvida que possa ter surgido sobre a paralisação.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

Matérias relacionadas:

Confira 5 dicas para fazer o controle de férias de funcionários

Saiba como elaborar um bom comunicado interno em 4 passos

Saiba como elaborar um bom modelo de comunicado

Entenda quais são os direitos dos trabalhadores que pedem demissão

Rescisão: saiba quais são os direitos do trabalhador demitido