Como criar uma empresa de reparos residenciais

Deixar um comentário

Se você gosta de serviços manuais e não resiste à tentação de consertar uma torneira pingando, ajustar uma porta que range ou pintar uma parede cuja tinta está descascando, por que não investir no segmento e criar uma empresa que preste serviços de reparos residenciais?

Neste artigo, vamos explicar o que é necessário para criar uma empresa do ramo de serviços domésticos. Fique atento às dicas para avaliar essa alternativa de empreendimento e abandonar, de uma vez por todas, a vida de empregado. Boa leitura!

Avaliando o mercado de reparos residenciais

Se você possui uma casa, deve saber que é praticamente impossível resolver todos os pequenos problemas. Pode ser um desnível no piso, uma rachadura na parede, um armário cuja porta não fecha ou um vazamento na tubulação do ar-condicionado. São justamente essas pequenas falhas que uma empresa de reparos residenciais deve resolver.

reparos residenciais
Investimento inicial se resume à aquisição de ferramentas e utensílios para os reparos. Foto: iStock, Getty Images

 

As incumbências podem ser resumidas nos seguintes serviços:

– Serviços hidráulicos

– Manutenção mecânica

– Assistência eletro-eletrônica

– Pintura

– Restauração

– Conservação

– Limpeza

Ao abrir uma empresa de reparos residenciais, a maior parte da sua clientela será composta por moradores, mas é possível expandir o alcance e firmar contratos com donos de pequenos condomínios ou imobiliárias que administrem edifícios. Dessa forma, você cria uma parceria que garantirá demanda fixa pelo seu serviço.

Para avaliar esse mercado e decidir se vale a pena se dedicar a um negócio próprio, uma das principais alternativas é realizar uma pesquisa de mercado – observando concorrência, fornecedores e clientes em potencial – e um plano de negócio. Dessa maneira, você cria uma base para sustentar o seu crescimento.

Como começar

O primeiro passo é avaliar até que você pretende se comprometer com o negócio. A ideia é simplesmente aproveitar a demanda e gerir a empresa, sem colocar a mão na massa, ou você pretende realizar os serviços por conta própria?

Definir isso é importante para descobrir se abrir uma empresa é realmente a melhor alternativa. Isso porque existem diversas franquias já consolidadas no mercado, cujos processos e reputação você pode conferir caso decida se tornar um franqueado. Muitas vezes, o auxílio de quem tem experiência no ramo faz a diferença para quem não tem nenhuma noção de gestão empresarial.

Mas se você pretende começar aos poucos, com pequenos serviços para a vizinhança, a boa notícia é que o negócio pode ser gerido da própria casa e em meio turno, de acordo com a demanda, pois não é preciso investir em uma estrutura especial.

O aporte inicial se resume ao maquinário e ferramentas necessárias – como máquina de cortar grama, escada e furadeira -, e divulgação, que pode ser feita boca a boca, por panfletos, anúncios, e também pela internet, entre outras alternativas.

Depois disso, você precisa começar aos poucos, dedicando-se àquilo em que é mais experiente. Antes de terminar, é importante lembrar que uma das armas mais poderosas das empresas de reparos residenciais é a reputação: quando você consegue satisfazer o cliente, crescem as chances de que ele recomende seus serviços para amigos, familiares e conhecidos.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

Matérias relacionadas:

Análise de mercado simplificada: como garantir o sucesso da empresa

Plano de negócios: aprenda a analisar o mercado

Análise de mercado simplificada: como garantir o sucesso da empresa

Como abrir franquia no Brasil: veja dicas e passos importantes

Quero abrir uma franquia: confira os passos necessários para realizar esse sonho