Como montar uma assistência técnica em informática

Deixar um comentário

Apesar do momento de retração na economia brasileira, o setor de tecnologia da informação (TI) permanece em crescimento. De acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), a tendência é que a oferta de emprego na área cresça em 30% até 2016. O dado pode ser um incentivo para quem deseja investir em uma assistência técnica em informática.

O desafio é saber como estruturar o negócio e chamar a atenção do público entre tantas opções disponíveis no ramo. Para Janaína Sousa, empresária do setor, são quatro os principais itens para abrir uma empresa em informática de sucesso: ter conhecimento de mercado, estar estruturado com bons fornecedores e equipe de trabalho, conhecer a região onde vai atuar e desenvolver o relacionamento comercial. Mas não para por aí.

profissional de assistência técnica em TI
Orçamento gratuito é um recurso cada vez mais utilizado na área de informática e costuma atrair clientela. Foto: iStock, Getty Images

O que faz a diferença em uma assistência técnica

Uma das maiores fontes de clientes no setor de assistência técnica em informática é a indicação por parte de amigos e familiares. Ou seja, a qualidade prestada em um atendimento influencia diretamente no fluxo de trabalho que a empresa vai receber.

“Por isso, é imprescindível trabalhar com ética e transparência com o cliente, fornecedor e equipe de trabalho. A maioria dos clientes não tem conhecimento técnico, então eles buscam em quem confiar”, explica a empresária.

É natural que vez ou outra algum conserto dê problema e o cliente volte à loja insatisfeito. Para ganhar a sua confiança e evitar desentendimentos, nada mais simples do que utilizar recursos como o comprovante de entrega, as ordens de serviço e etiquetas de identificação, que permitem resolver tudo de forma mais ágil e clara.

Outra estratégia que atrai o público e que já é comum no mercado é a possibilidade de obter um orçamento gratuito. A opção pode exigir um pouco mais da equipe, mas também oferece mais segurança ao cliente, que tende a voltar mais vezes.

Atenção à equipe de profissionais

Contratar profissionais de qualidade é um dos passos mais importantes para que um negócio dê certo. No caso de uma assistência técnica, Janaína destaca a importância de possuir uma equipe completa, que inclua recepcionista, atendimento técnico e comercial e ainda um motoboy, caso seja ofertada a possibilidade de levar e buscar equipamentos no domicílio.

No caso do atendente comercial, é preciso mais do que boa capacidade de venda. Conhecer informações técnicas e estar atualizado sobre lançamentos, por exemplo, são itens que fazem a diferença na hora de apresentar os produtos da loja. Já para quem é da área técnica, é importante conseguir traduzir termos e procedimentos para uma linguagem mais acessível ao público.

Quando o assunto é o espaço, Janaína entende que além da localização em si, é fundamental observar a maneira como a loja vai ser estruturada, com bancadas para os produtos, área para suporte técnico e local em que podem ser obtidas informações preliminares. Ou seja, um ambiente no qual o público possa enxergar organização e tenha facilidade de acesso.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.