Compre do Pequeno: consumidor consciente valoriza empreendedor

Deixar um comentário

A campanha “Compre do Pequeno“, promovida pelo Sebrae desde maio, ganha contornos de mobilização, que culmina no Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa no Brasil, celebrado em 5 de outubro. O programa pretende envolver três tipos de públicos: empresários, consumidores conscientes e apoiadores da causa. Os empresários parecem ter gostado da ideia, já que 184 mil empresas se cadastraram na plataforma até 6 de outubro, segundo os organizadores, além de 7 mil apoiadores.

O cadastro de empresas é simples, feito em quatro passos pelo site da campanha. Depois, é possível baixar materiais, cartazes e banners para decorar o ambiente — físico ou virtual. Há ainda a contrapartida de ter seus dados armazenados em um diretório público, com link apontado para o site e um cadastro atualizado, com endereço e outros dados de contato.

Mas, para o cliente, a participação é um pouco diferente, mas igualmente essencial. Sem o lado do consumidor, não haveria negócio a ser tocado. Ou, nos termos do vídeo promocional da campanha, “o negócio não é só de seu dono, ele é do cliente que todos os dias que passa por ali na certeza de encontrar o que procura; é do funcionário que há anos conhece seu Antônio e sabe exatamente como ele gosta do café”.

A participação de quem preza pelo consumo consciente, dispensa cadastro, e pode ser feita acessando a seção dedicada aos consumidores, dentro do site da campanha. Ali é possível buscar as empresas participantes. Embora o foco principal seja o dia 5 de outubro, qualquer pessoa pode navegar pelo banco de dados e buscar empresas.

Captura de tela de funcionalidade de busca no diretório de empresas cadastradas no Compre do Pequeno
Consumidor pode buscar empresas cadastradas no programa. Foto: Reprodução

Se você é pequeno empresário, vale lembrar que, encerrado o expediente, você também se torna um consumidor. Nessa condição, você pode e deve valorizar outros empreendimentos de porte menor.

Pequenos negócios em números

Abaixo há um infográfico produzido pelo próprio Sebrae com números que dão a dimensão da importância dos pequenos negócios para a economia brasileira. Confira.

infográfico com números sobre a importância das pequenas empresas no Brasil
Crédito: Campanha Compre do Pequeno

Gostou do infográfico sobre a importância dos pequenos negócios no Brasil? Compartilhe em seu blog ou site. Copie e cole o código abaixo em um artigo:

<a href=”https://destinonegocio.com/br/wp-content/uploads/2015/09/consumo-consciente-infografico-destinonegocio-divulgacao-compredopequeno.jpg”><img class=”aligncenter size-full wp-image-10446″ src=”https://destinonegocio.com/br/wp-content/uploads/2015/09/consumo-consciente-infografico-destinonegocio-divulgacao-compredopequeno.jpg” alt=”infográfico com números sobre a importância das pequenas empresas no Brasil” width=”1024″ height=”672″ /></a>Publicado originalmente pelo <a href=”https://destinonegocio.com/br/empreendedorismo/compre-do-pequeno-consumidor-consciente/”><strong>Sebrae</strong></a>.

 

Consumidor consciente escolhe de quem comprar

O site da campanha lista 5 principais razões por que é uma boa ideia priorizar pequenas empresas.

1. É perto da sua casa

A padaria da esquina, o mercadinho do bairro, a borracharia, a lanchonete, a loja de calçados e uma infinidade de outros produtos e serviços sempre pertinho de casa. É tão comum ter tudo isso ao nosso alcance que nem percebemos como os pequenos negócios fazem parte da nossa história, tornando o nosso dia mais simples.

2. É responsável por 52% dos empregos formais do país

Somam mais de 10 milhões, entre microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. Além de 4,2 milhões de produtores rurais. Juntos, são eles que mais geram empregos no Brasil. Isso faz muita diferença para milhões de trabalhadores que tiveram o primeiro emprego em um pequeno negócio e para milhões de brasileiros que sustentam suas famílias a partir do trabalho em uma pequena empresa.

3. O dinheiro fica no seu bairro

Comprar do pequeno negócio local faz que o dinheiro fique no bairro, possibilitando criar novas oportunidades, gerar mais empregos e distribuir melhor a renda. Além disso, valorizar o pequeno negócio da vizinhança na hora da compra é uma decisão que resulta em menos deslocamentos pela cidade, menos stress no trânsito, menos poluição ambiental. Isso também é qualidade de vida!

4. O pequeno negócio desenvolve a comunidade

Pequenos negócios valorizados movimentam o comércio local e promovem o desenvolvimento social. Ao comprar da pequena empresa, o consumidor ajuda os pequenos negócios a se fortalecerem. Isso estimula a empresa a inovar, a melhorar o seu desempenho, a diversificar a oferta de produtos e serviços, a atender melhor o cliente. A comunidade agradece a preferência.

5. Comprar do pequeno negócio é um ato transformador

O consumidor tem o poder de escolha. Eleger o pequeno negócio na hora da compra ajuda a fortalecer esses segmentos e impulsiona a economia. Portanto, a sua decisão de comprar dos pequenos negócios é um ato que pode transformar o país: ganha o pequeno negócio, ganha o consumidor, ganha o cidadão, ganha o Brasil. Comprar do pequeno negócio é um grande negócio para todos.