Entenda qual é a função de um assessor de imprensa em uma empresa

Deixar um comentário

Vivemos em um mundo cada vez mais midiático. Com a internet, a cada dia surgem novos veículos de comunicação e novas plataformas que permitem a comunicação entre o negócio e seus clientes. Por isso, é cada vez mais importante contar com a participação de um profissional, o assessor de imprensa, para lidar com a comunicação do negócio.

Entenda, a seguir, como o assessor de imprensa de imprensa pode ajudar a sua empresa e se vale a pena contratar um profissional ou terceirizar este serviço.

Qual a função do assessor de imprensa

A função principal do assessor de imprensa é fazer o meio de campo entre a empresa e os veículos de comunicação visando ampliar a visibilidade da instituição e fortalecer a sua imagem. Ele trabalha para que sejam veiculadas notícias sobre a instituição ou com a participação (entrevistas) de seus profissionais em matérias e reportagens.

assessor de imprensa
assessor de imprensa é o profissional que ajuda a trabalhar a imagem da empresa junto aos meios de comunicação. Foto: iStock, Getty Images

No Brasil, essa função é exercida por profissionais formados em Jornalismo e Relações Públicas (em muitos casos, o setor de comunicação de uma companhia conta com ambos).

Eles têm a função de elaborar uma estratégia de comunicação – quais são os veículos a serem alcançados, quais editorias e quais assuntos -, produzir press release e intermediar e acompanhar entrevistas entre representantes da empresa e jornalistas.

Assessoria de imprensa externa ou interna

dois caminhos possíveis na hora de contratar um assessor de imprensa: internalizar o setor de comunicação ou contratar uma empresa externa.

Para Cleusa Maria Andrade Scroferneker, doutora em Comunicação e professora da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, do Brasil, a decisão de contratar uma assessoria de imprensa externa ou internalizar este setor está relacionada ao objetivo da organização. “É comum constatar-se que a empresa recorre à assessoria externa quando tem dificuldade ou temor de tomar alguma decisão”, afirma.

Por outro lado, ela salienta que uma assessoria de imprensa internalizada permite o acompanhamento sistemático e contínuo por uma equipe ou profissional de comunicação, atuando com os demais departamentos da empresa. Segundo ela, esse cenário pode antecipar situações, dispensando a contratação de uma assessoria externa.

Contudo, a professora lembra que uma assessoria externa também pode fazer esse acompanhamento e ajudar na tomada de decisões através, por exemplo, de diagnósticos já realizados.

Ela salienta, ainda, que não há benefícios e prejuízos claros de uma outra opção, mas decidir por uma ou outra depende do que é esperado pela organização. Para tomar esta decisão, ela afirma que a empresa deve responder a duas perguntas: Qual a concepção de comunicação da organização? Qual o lugar da comunicação na organização?

Segundo a professora, responder a primeira abre o caminho para a segunda. Além disso, Scroferneker deixa um questionamento: “Os gestores estarão preparados ou interessados em responder tais questões?”

Agora que você já sabe a importância do assessor de imprensa, pense bem nessas perguntas. Se você tem alguma dúvida ou sugestão, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.