Ideias de negócios: como a tecnologia pode impulsionar sua empresa

Deixar um comentário

A busca pelas ideias de negócios mais inovadoras costuma conduzir os empreendedores ao mundo digital: revoluções, tendências e novidades tecnológicas são o combustível de quem trabalha nesse setor.

Mas isso não significa que negócios tradicionais – ou baseados em transações analógicas – não possam fazer uso da tecnologia. Quando bem empregados, os recursos tecnológicos tendem a otimizar processos, melhorando a performance da empresa e o atendimento aos clientes.

A tecnologia a serviço de ideias de negócios tradicionais

Recorrer à tecnologia pode significar crescimento para pequenas e médias empresas, principalmente quando o foco são os dispositivos móveis. É o que apontou um estudo realizado pelo The Boston Consulting Group (BCG) com 3,5 mil empresas dos EUA, Alemanha, Coreia do Sul, Brasil, China e Índia.

ideias de negócios
Dificilmente haverá uma empresa que não possa ter sua dinâmica aprimorada com o uso da tecnologia. Foto: iStock, Getty Images

De acordo com o levantamento, as empresas que adotam tecnologias para aparelhos móveis desde cedo crescem mais rápido do que as demais. Dividindo as corporações pesquisadas em três grupos, de acordo com a velocidade de implementação de recursos de mobilidade, o BCG descobriu que as empresas mais inovadoras cresceram quase o dobro das empresas que resistem ao mundo digital.

Além de serviços móveis – como aplicativos para clientes –, o empresário interessado em recursos tecnológicos pode investir na digitalização de cardápios, no mapeamento da concorrência, na gestão eletrônica dos recursos e na organização do estoque: não faltam opções, independentemente das ideias de negócios.

Recursos tecnológicos impulsionam negócios analógicos

É possível elencar vários exemplos de ideias de negócios que não têm como foco o mundo digital, mas que conseguiram impulsionar o crescimento por meio da tecnologia. Para ilustrar essa relação, selecionamos dois exemplos:

Food trucks

Ao sair dos restaurantes para levar a comida até os clientes, os empresários que apostaram em food trucks se transformaram em ícones do empreendedorismo nas grandes metrópoles. Com um caminhão estilizado, os chefs tomam conta das ruas. Mas como a tecnologia pode ajudar serviços de alimentação de rua?

A resposta pode estar no uso das redes sociais como forma de engajamento e interação com o público-alvo. Outra opção são os aplicativos específicos: com essa ferramenta, é possível alertar os clientes a respeito da sua localização em um determinado dia ou presença em um evento.

Segurança

Outro mercado que une tecnologia com a necessidade de atuação humana é o da segurança. Atualmente, as ideias de negócios com foco na proteção tendem a combinar os recursos humanos com os tecnológicos.

No caso do monitoramento de frotas, por exemplo, o uso de satélites para aperfeiçoar o serviço não é mais novidade. Com as novas tecnologias, o cliente pode até conferir no próprio celular ou tablet os dados a respeito da localização de seus bens.

Quando o assunto é a segurança de espaços físicos, como lojas ou residências, o conceito não muda. Ainda que haja necessidade de contratar seguranças para a vigilância, o uso de câmeras conectadas à internet tem contribuído para evitar deslocamentos desnecessários ou para reforçar a ronda em caso de atividade suspeita.

Inúmeras possibilidades

Por mais que você considere suas ideias de negócios completamente analógicas, dificilmente haverá uma empresa que não possa ter sua dinâmica aprimorada com o uso da tecnologia.

Seja de forma direta, com a utilização de softwares para criar uma plataforma de ensino à distância, ou de forma indireta, com um moderno modelo de máquina de costura para facilitar o trabalho de cerzir, todos podem recorrer à tecnologia para superar a concorrência e estabelecer uma vantagem competitiva.