Modelos de cartões de visita: veja dicas para criar o seu

Deixar um comentário

Imagem, no mundo dos negócios, é algo muito importante. Portanto, essa deve ser uma preocupação constante do empreendedor, e o visual de sua marca merece atenção especial. Testar diferentes modelos de cartões de visita para escolher o mais adequado é um dos cuidados que você precisa ter. Do contrário, você pode passar uma impressão errada para seus clientes. Confira nossas dicas.

Informações indispensáveis no cartão

Quais são as informações indispensáveis que qualquer um dos modelos de cartões de visita deve ter? O diretor de negócios e estratégia digital da El Equipo E, Jose Manuel Vega, o primeiro passo é não sobrecarregar o cartão. Depois, o empreendedor deve reservar um espaço para o logo, acompanhado de dados como nome, cargo, telefone, e-mail e site.

No verso, Vega recomenda incluir um breve histórico da empresa, com tópicos como área de atuação, além de uma descrição curta. “Há vezes em que o cliente só conhece a empresa por determinado produto ou serviço, sem nem sequer saber de outras coisas”, alerta.

modelos de cartoes de visita
Modelos de cartões de visita não devem ser sobrecarregados com informações desnecessárias. Foto: iStock, Getty Images

O que evitar nos modelos de cartões de visita

Para Vega, é recomendado evitar o “faça você mesmo”. A não ser que você seja um especialista da área do design gráfico, esses modelos de cartões de visita caseiros podem passar uma imagem de improvisação, o que não é legal para seu negócio.

Segundo Vega, há empresas que oferecem preços muito bons para pequenas quantidades, além de especialistas na área para desenvolver o layout. “Por isso, não há desculpa para não usar um cartão desenhado e impresso por um profissional”, explica.

Tecnologia não torna cartão de visita dispensável

Uma dúvida comum dos profissionais, antes de recorrer aos modelos de cartões de visita tradicionais, é a necessidade desse tipo de ferramenta. Há quem acredite que o seu uso tornou-se obsoleto. Vega, no entanto, discorda. Quando grandes empresas gastam milhões em marketing para fortalecer sua marca, os clientes muitas vezes constroem sua primeira impressão sobre a marca baseados em dois tópicos: a imagem e a visibilidade.

A pequena empresa, no entanto, não conta com esses recursos e, por isso, deve se utilizar de todos os meios que tem disponível. O cartão de visitas é um deles, pois gera uma visibilidade importante em momentos em que essa exposição não tem nenhum custo, como, por exemplo, deixando-os em cima da mesa durante uma reunião de negócios.

Para Vega, toda exposição é válida. “Não importa se o cliente tem as informações digitalizadas ou o telefone gravado. O fato de o cartão passar por suas mãos reforça nossa marca”, finaliza.

Na hora de escolher entre os modelos de cartões de visita, não escolha aqueles sobrecarregados de informações. Pense que, nesse caso, menos é mais. Opte apenas por colocar dados imprescindíveis, como nome, cargo, telefone e e-mail para contato.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

Matérias relacionadas

Inspire-se com 5 empresas promissoras nos Estados Unidos

Ferramenta colaborativa: conheça 4 opções para equipes remotas