Passo a passo: veja como montar uma creche de sucesso

Deixar um comentário

Com a rotina dos adultos cada vez mais cheia de tarefas, recorrer a creches para deixar os filhos pequenos durante o dia é uma preocupação crescente entre os pais. Um empreendedor enxerga, aí, uma oportunidade para abrir um negócio próprio. Ficou interessado? Siga a leitura e veja como montar uma creche.

Análise do mercado

Antes de criar qualquer tipo de negócio, você precisa analisar o mercado e, para fazer isso, convém pesquisar dados estatísticos, avaliar a concorrência na região onde pretende atuar e identificar demandas e aspectos que podem ser melhorados nos serviços hoje oferecidos. Essa etapa nunca pode ser pulada, pois não há como montar uma creche de sucesso sem pleno conhecimento do mercado.

Na hora de avaliar a concorrência, atente para aspectos que possam servir como uma base para organizar o negócio. Analise a qualidade do atendimento de outras creches e os preços que elas cobram, e procure lacunas no serviço que precisam ser preenchidas. Isso pode ser o diferencial do seu empreendimento.

como montar uma creche
Análise de mercado é essencial para montar uma creche de êxito. Foto: iStock, Getty Images

Como organizar uma creche: 5 dicas para planejar

 

Plano de negócios

É no plano de negócios que você vai compilar as informações detalhadas sobre o mercado, serviço e concorrência no ramo, dados que servirão como base de conhecimento para definir os aspectos da criação da creche.

Outra função desse documento é servir como um guia a todos os processos da implementação da empresa e, por isso, ele deve conter os objetivos a serem alcançados, os métodos que serão utilizados no empreendimento e a análise da viabilidade do negócio.

Legislação

Para abrir uma creche no Brasil, é necessário cumprir exigências legais. A empresa precisa da supervisão da Secretaria de Estado de Educação e de uma autorização de funcionamento – o que só é possível se o empreendimento estiver de acordo com os requisitos. Além disso, é preciso de um alvará de licença sanitária.

Portanto, busque informações detalhadas sobre a legislação e implemente tudo o que for necessário para abrir a creche conforme as exigências.

Localização

Aspecto importante para o sucesso, a creche deve estar bem localizada a fim de atrair clientes. Por isso, avalie a proximidade com residências ou escritórios e analise se a escola fica em possíveis trajetos dos pais. Lembre-se: esse fator é determinante para que eles optem por colocar as crianças na creche. Também é necessário estacionamento e fácil acesso.

Além disso, analise a segurança e as condições de higiene do local. Não esqueça de conhecer a vizinhança – o que serve também para definir o perfil do público que você vai alcançar.

Estrutura

Outro ponto que deve ser analisado é a estrutura da creche. São necessários espaços como berçário, salas de recreação, repouso e refeição, cozinha, sanitários – o ideal é que esse locais tenham piso antiderrapante – e área ao ar livre, onde as crianças possam ter atividades de lazer. Os ambientes devem ser coloridos e decorados.

O empreendedor também deverá investir em brinquedos: bolas, bonecas, peças de montar, jogos e materiais para desenvolver a coordenação motora dos pequenos, como as massas de modelar, por exemplo.

Funcionários

Quando a creche estiver pronta, você precisa contratar profissionais qualificados na área educacional, como psicólogos, pedagogos e professores. Contar com pediatra e nutricionista também é fundamental. O número de pessoas varia conforme a quantidade de crianças. Funcionários para realizar a limpeza e serviços de cozinha também devem ser integrados à equipe.

Agora você já conhece algumas etapas de como montar uma creche. Que tal começar a refletir sobre o seu empreendimento e colocar essas dicas na prática?

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

Matérias relacionadas

Saiba a importância da análise de risco nos negócios

Investir no mercado pet shop no Brasil pode ser promissor