Quais são as características de um bom porta-voz corporativo?

Deixar um comentário

Toda boa empresa precisa pensar estrategicamente a sua comunicação. Nesse planejamento, deve estar inserido um profissional de suma importância: o porta-voz. É ele que vai ser a cara e a voz da companhia ao falar com a imprensa, promover ações e também agir em momentos de crise.

Quem pode ser porta-voz da empresa?

O porta-voz é o responsável por falar em nome da empresa, seja em um momento de crise ou não. Ele deve estar preparado para lançamentos de novos produtos, de marcas ou apresentação de resultados, por exemplo.

Tradicionalmente, o dono da empresa ou CEO é o porta-voz oficial. Mas, algumas vezes, esses executivos, mesmo que sejam competentes, não têm o carisma e a desenvoltura que uma entrevista e outras situações sociais e midiáticas pedem. Nesses casos, um treinamento especial pode fazer do CEO um porta-voz eficaz.

Porta-voz
Um bom porta-voz deve estar sempre disponível. Foto: iStock, Getty Images

Mas uma empresa não precisa ter um único porta-voz. Seja quem for ou quantos forem, o representante da empresa deve estar sempre acessível. Isso é essencial para que a assessoria de imprensa trabalhe de forma assertiva. “Apesar de o diretor ou o presidente serem peças importantíssimas dentro de uma companhia, dividir o trabalho de falar com a imprensa faz com que mais solicitações possam ser atendidas e os porta-vozes não se cansem dessa função”, recomenda a assessora de imprensa Núbia Neves.

Por isso, qualquer profissional comunicativo, articulado e bem treinado, e que tenha conhecimento a respeito da área sobre a qual vai falar, pode se tornar um porta-voz.

Quais são as características indispensáveis em um porta-voz?

Sabendo que qualquer profissional da empresa que seja bem treinado por executar a função de porta-voz, é importante saber quais são as características indispensáveis para torná-lo um exemplo nessa função. Confira algumas dicas dadas pelo sócio-diretor da CWM Comunicação, Waltemir de Melo:

1. Ser bem informado

Um bom porta-voz deve ter habilidade para absorver rapidamente uma informação e reproduzi-la com segurança e propriedade. Além disso, ele deve ser bem informado e preparado, já que é a personificação da cultura da empresa.

2. Mostrar empatia e simpatia

O profissional também deve saber ouvir e expressar compaixão, simpatia, cordialidade e paciência nos momentos adversos. O porta-voz tem que ter a capacidade e sensibilidade para perceber o estado emocional de seu interlocutor e se conectar positivamente a ele. Um porta-voz frio e impessoal terá poucas chances de conquistar a confiança ou o apoio de seu público.

3. Confiar na equipe de comunicação

Um bom porta-voz deve também aceitar ser conduzido ou dirigido pela equipe de comunicação da empresa. Ele não pode mostrar resistência a sugestões e a receber instruções.

4. Deve estar sempre disponível

O porta-voz tem que estar sempre acessível, seja no horário do expediente ou de madrugada, seja nos fins de semana ou nas férias. Ele tem que ser facilmente localizado em momentos de crise ou em oportunidades em que a empresa pode aparecer positivamente na imprensa.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.