Saiba como fazer o registro de domínio na internet

Deixar um comentário

As saudosas páginas amarelas e revistas com catálogos comerciais perdem a cada dia mais espaço para a internet. Hoje, podemos encontrar o contato de qualquer tipo de indústria, comércio ou prestadora de serviços em uma rápida pesquisa na internet. Por esse motivo, quem não tem uma boa apresentação online fica para trás. O primeiro passo para acertar isso é fazer o registro de domínio para o site da sua marca.

Antes de fazer o registro de domínio

Muitas empresas só criam um site depois de já estabelecidas. Em alguns casos, de fato, essa ferramenta não é fundamental em um primeiro momento, mas há muitos negócios em que acontece o contrário: o site é uma das primeiras etapas.

registro de domínio
O registro de domínio online é a primeira etapa para se ter um site. Foto: iStock, Getty Images.

Se você está pensando em abrir um negócio e começar pelo site, a dica aqui é pensar à frente. Há muita gente que faz o registro de domínio antes de qualquer outra coisa. O que pode acontecer, nesse caso, é você garantir o site, mas de repente já há outra empresa em um ramo semelhante com o mesmo nome.

Para evitar que isso aconteça, confira, antes, no site do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), se o nome pretendido já existe. “Busque também na autoridade de marcas de outros países em que a empresa pretende atuar. Verifique se a marca já está registrada para o mercado de atuação pretendido”, recomenda Marcelo Nakagawa, professor de empreendedorismo do Insper.

Caso você não encontre nenhuma marca registrada com o mesmo nome da que você quer criar, corra para garantir o registro de domínio na internet. No Brasil, basta acessar o site Registro.br (http://registro.br/) e conferir se o endereço pretendido está disponível.

Quando o domínio está disponível

Se ninguém registrou a URL que você pretende utilizar no site da sua empresa, não pense duas vezes e garanta o registro de domínio. Faça o cadastro na registradora e pague via boleto a anuidade de R$ 30 reais. Depois disso, você pode voltar ao INPI e registrar a marca.

Quando o registro de domínio foi feito por outro

Você quer determinado domínio mas ele já pertence a outra pessoa física ou jurídica. E agora? Primeiro, considere flexibilizar a sua escolha, escolhendo um novo complemento além do “.com.br” ou então acrescentando à URL o segmento do negócio (como “malharianomedamarca.com.br”).

Se você não abre mão do endereço pretendido na primeira procura, há duas possibilidades. Na primeira, você pode alegar que possui direitos sobre a marca (caso já tenha o registro dela no INPI) e que o uso da URL pela outra pessoa é indevido. Também é possível contestar um registro feito com a finalidade de alugá-lo ou vendê-lo, de impedir que outra empresa o utilize ou de aproveitar o nome somente para atrair tráfego ao seu site. Em Registro.br (http://registro.br/dominio/saci-adm.html) você encontrará as informações necessárias para fazer a reclamação.

Outra possibilidade é o diálogo. Entre em contato com o dono do domínio e converse sobre a possibilidade de ele ceder o registro, com ou sem compensação financeira. Caso o site não indique nenhum endereço de contato, acesse essa seção do site Registro.br (https://registro.br/cgi-bin/whois/), busque pela URL desejada e confira o endereço de e-mail que consta no registro de domínio.

Comentários

  1. Ju Guerra dice:

    Me incomodo com estas pessoas que registram domínios só para revendê-los depois...