Saiba como manter sintonia entre matriz e filial

Deixar um comentário

Manter a sintonia entre matriz e filial não é uma tarefa fácil. A distância física atrapalha os gestores, pois, justamente em função da questão geográfica, não é possível estar presente na rotina de todas as unidades da empresa. Além disso, mesmo com a descentralização da gestão com profissionais competentes nas filiais, há outros desafios difíceis de superar.

Diferenças culturais atrapalham sintonia entre matriz e filial

Em sua tese de doutorado intitulada Culturas regionais e seus impactos na cultura organizacional, o professor Henrique César de Paiva Barroso explica que a globalização acarreta sérias transformações sociais, de serviços de informação e fluxo de mercadorias e serviços. Isso tudo encontra reflexo também na cultura organizacional e relação entre matriz e filial.

Principalmente quando se trata de multinacionais, é fundamental realizar um estudo detalhado sobre o local onde se pretende instalar uma filial. Se os hábitos locais não forem estudados, a tentativa de implantar determinadas políticas e diretrizes da matriz pode ocasionar uma grande resistência por parte de funcionários e colaboradores.

matriz e filial
Diferenças culturais e regionais podem atrapalhar a sintonia entre matriz e filial. Foto: iStock, Getty Images

Saiba como integrar processos entre matriz e filial

Para tentar alinhar os processos entre matriz e filial, vale a pena seguir algumas dicas. Manter a sincronia ajuda a fortalecer a empresa internamente, além de qualificar a marca e permitir a entrega de melhores produtos ao consumidor final.

O primeiro passo é formalizar os processos. Para fazer isso, você precisa mapear a empresa e identificar possíveis gargalos, para removê-los. Os gargalos são os pontos dentro de um sistema que acabam por interferir e limitar o processo de produção final. Saber onde eles se encontram pode aumentar a produtividade da empresa e, consequentemente, o lucro.

A comunicação interna também deve receber atenção. Os diretores devem estimular a colaboração entre matriz e filial, facilitando a comunicação entre os responsáveis pelos processos entre uma e outra.

Disponibilize as ferramentas adequadas para isso, como e-mails, chats, videoconferências e fóruns. Mas os funcionários e colaboradores não devem esquecer das particularidades da região onde estão inseridos: por isso, é importante que tanto matriz quanto filial estejam em processos constantes de imersão na cultura da outra parte.

As instruções de trabalho devem ser claras e precisas. As normas que se aplicam para matriz devem ser as mesmas que se aplicam às filiais. Além disso, a unificação dos sistemas de Tecnologia da Informação pode ajudar, pois manter o mesmo sistema de gestão, com softwares e hardwares semelhantes, facilita o mapeamento dos processos.

Se você tem alguma dúvida, sugestão ou dica sobre o assunto, não deixe de comentar logo abaixo. Aproveite também para compartilhar esse conteúdo com seus amigos, colegas e colaboradores, através de seus perfis nas redes sociais.