Aprenda a calcular o retorno de investimento da sua empresa

Deixar um comentário

Quem lida com administração e negócios está habituado à nomenclatura: retorno de investimento, ROI (do inglês return on investment), taxa de retorno e taxa de lucro. Em uma análise simplificada, todos esses termos tratam da mesma relação entre lucro e investimento, que orienta boa parte das decisões no mundo do empreendedorismo.

Afinal, como calcular esse valor e por que ele interfere na continuidade de sua nova empresa? Esmiuçamos as respostas em uma abordagem simples e direta. Confira.

Análise é importante para a continuidade da empresa

Para Jack Phillips. autor do livro ROI – Como medir o Retorno sobre o Investimento, quando o assunto é o futuro, é preciso se cercar de processos que avaliem o desempenho. “As organizações precisam de um processo estruturado e sistematizado que permita e viabilize a avaliação do processo de gerenciamento de projetos e respectivos resultados de negócio, funcionando não apenas como uma ferramenta de mensuração, mas principalmente ferramenta de melhora contínua”, explica Phillips.

retorno de investimento
Trata-se de do ciclo de lucro e investimento que norteia decisões no mundo corporativo. Foto: iStock, Getty Images

Assim, a análise de retorno de investimento, quando realizada sob a perspectiva de médio e longo prazo, permite que os sócios e empreendedores alterem a estratégia da empresa e adequem o modelo de negócio.

Com o resultado em mãos, é possível mensurar, por exemplo, se vale a pena aumentar o investimento e se o modelo atual tem gerado retorno condizente. Se bem utilizada, a ferramenta revela bastante sobre a situação da empresa como um todo – por mais simples que seja esse cálculo.

Como calcular o retorno de investimento

Sem fazer uso de matemática financeira e fórmulas mirabolantes, o retorno de investimento pode ser calculado dividindo o lucro da empresa – relacionado a um determinado período de tempo – pelo valor investido inicialmente para a construção do negócio. O resultado será o percentual de retorno.

Assim, se sua empresa gera um lucro mensal de R$ 2.000 e você investiu R$ 80.000, a taxa será de 2,5% ao mês. O ideal é que, para ser verdadeiramente rentável, essa taxa supere de duas a três vezes o rendimento obtido em outros investimentos, como os fundos de renda fixa ou a poupança, já que não há liquidez e o risco é muito maior.

Como vimos, calcular o retorno de investimento depois que o lucro foi obtido é bastante simples. A dificuldade reside em projetar esse valor e descobrir, hoje, se o investimento valerá a pena no médio e longo prazo.

Para fazer essa conta, são necessárias informações sobre três parâmetros: os investimentos atuais, a taxa prevista para o crescimento do lucro e a taxa de retorno utilizada para o cálculo.

É preciso ter em mente, portanto, quanto a empresa crescerá nos próximos anos, que valor será investido e quais mudanças são esperadas no mercado de atuação da organização. Nem um pouco simples, não é mesmo?

Retorno de investimento pode atrair investidores

Reunir essas respostas é o sonho de todo empresário: com a informação em mãos, é possível adaptar o planejamento e alcançar um crescimento factível. Pode valer a pena, portanto, investir em uma empresa de consultoria para calcular, com critérios financeiros específicos, o retorno de investimento previsto para o futuro, de maneira profissional e regularizada.

Até porque esses dados atraem investidores e motivam os sócios. “Hoje em dia, os clientes, principalmente aqueles que financiam o projeto, demandam dados críticos de avaliação, e a medição do ROI pode ser uma ferramenta valiosa para comunicar o impacto positivo de um projeto na organização”, resume Phillips.

Comentários

  1. JoaoCarlos dice:

    Importante ter indicadores confiáveis que ajudem no cálculo do retorno de investimento.