Como fazer a Demonstração de Resultados do Exercício

Deixar um comentário

Elaborada em conjunto com o Balanço Patrimonial, a Demonstração de Resultados do Exercício (DRE) é um relatório contábil que resume todas as operações financeiras realizadas pela empresa em um determinado período. Mas você sabe como elaborar esse documento na prática e qual a sua real utilidade?

Conforme José Marion explica no livro Contabilidade Empresarial (editora Atlas), o relatório permite acompanhar o resultado das decisões tomadas pelo corpo diretivo da empresa, medindo o impacto de cada uma delas para a saúde financeira da companhia. “A DRE é extremamente relevante para avaliar o desempenho da empresa e a eficiência dos gestores em obter resultado positivo”, argumenta Marion.

demonstração de resultados do exercício
Oferecer recursos para auxiliar a tomada de decisão dos gestores é um dos principais benefícios da DRE. Foto: iStock, Getty Images

DRE permite melhorar a gestão da empresa

Além de medir a capacidade técnica dos gestores, a DRE permite avaliar a saúde financeira da empresa, já que reúne os principais parâmetros financeiros. Dessa forma, é possível descobrir se há perspectiva de crescimento sustentável ou se a companhia precisa de ajuda para continuar funcionando.

Por esse motivo, a DRE representa um valioso instrumento para o gestor. É com base no resultado demonstrado que ele conseguirá realocar recursos, projetar investimentos e sanar as debilidades da empresa.

Além dos gestores, investidores também podem se beneficiar da DRE para descobrir se a empresa na qual pretendem investir tem potencial de crescimento e histórico favorável na utilização dos recursos. Trata-se, portanto, de um relatório capaz de servir como argumento para um investimento, parceria ou financiamento.

Em geral, a Demonstração de Resultados do Exercício é atualizada todos os meses para controle interno, mas só precisa ser divulgada para o governo como relatório fiscal uma vez por ano.

Como fazer a Demonstração de Resultados do Exercício

A estrutura da DRE segue uma lógica de análise por etapas, para facilitar a mensuração e a avaliação dos pontos críticos. Explicando de maneira simplificada, a Demonstração de Resultados do Exercício deve seguir o seguinte esqueleto:

(+) Receita de Vendas

(–) Custos

(=) Lucro Bruto

(–) Despesas Operacionais

(=) Lucro Operacional

(+-) Resultado não Operacional

(=) Lucro Antes de Impostos sobre a Renda

(–) Impostos

(=) Resultado Líquido ou Lucro ou Prejuízo Líquido

Portanto, que o valor a ser obtido pela DRE representa o resultado líquido da organização no período analisado. Em outras palavras, você descobre, depois de analisar todas as transações financeiras, se a empresa deu lucro ou gerou prejuízo.

Se você ficou com alguma dúvida a respeito do assunto, vale a pena pesquisar modelos de DRE disponíveis na internet e analisar os parâmetros específicos relacionados a cada um deles. Quanto mais você se aprofundar nesse tema, mais proveitoso será o seu resultado.

Por fim, vale lembrar que recorrer ao seu contador de confiança é a melhor alternativa para elaborar a Demonstração de Resultados do Exercício, pois a experiência desse profissional permite conduzir o relatório de forma ágil e simplificada. Além disso, o conhecimento do panorama geral da empresa facilita o processo e evita erros técnicos.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.