Como fazer o corte de custos na sua empresa

Deixar um comentário

Alternativa para aumentar a competitividade da empresa e melhorar a lucratividade dos produtos e serviços, o corte de custos merece atenção especial do pequeno e médio empresário. Neste artigo, vamos mostrar algumas opções para você reduzir as despesas do seu negócio. Boa leitura!

Corte de custos viabiliza crescimento

Em um cenário de dificuldade, seja uma crise financeira nacional ou aumento na concorrência, a solução pode estar no corte de custos. Quando realizado de forma responsável – sem comprometer a qualidade do produto ou serviço -, ele permite aumentar a margem de lucro do negócio e manter os preços competitivos com o mercado.

“A regra geral do mundo dos negócios é diminuir despesas, aumentar as receitas e maximizar os lucros. Simples, mas difícil de implementar. Quando as vendas crescem, a tendência das empresas é contratar mais funcionários, incrementar a estrutura tecnológica e aumentar os estoques”, escreveu o consultor empresarial Michael Evans em artigo publicado na revista americana Forbes.

A solução apontada por ele para evitar a perda de competitividade durante o crescimento está justamente na redução de custos das chamadas despesas não-estratégicas para o sucesso da companhia. Mas como colocar em prática essa ideia?

Empresários analisando o corte de custos.
Garantir a sustentabilidade financeira da empresa é um dos principais objetivos da redução de custos. Foto: iStock, Getty Images

Dicas para executar o corte de custos

Para buscar a eficiência dos processos da sua empresa, você precisa avaliar com critérios objetivos todos os segmentos que compõem a estrutura organizacional. Converse com os supervisores para entender os excessos de cada área e considere as seguintes opções:

Automatizar processos

Avalie as rotinas da sua empresa e identifique os setores que podem ser automatizados. A tendência é de que, quanto menos pessoas forem necessárias para realizar uma tarefa, mais barata ela se tornará. O investimento em maquinário pode parecer alto em um primeiro momento, mas, com uma análise ampla, você descobre se valerá a pena no médio prazo.

Trocar o fornecedor

Seus parceiros atuais são imprescindíveis para a qualidade dos seus produtos e serviços? Você conhece todo o escopo de fornecedores da sua região? Avalie as opções para descobrir se há alternativas mais baratas ou que apresentem vantagens financeiras para a sua empresa.

Terceirizar serviços

Certamente há serviços que podem ser terceirizados na sua empresa. Do advogado ao contador, passando pela limpeza, manutenção e vigilância, vale a pena considerar a terceirização de atividades não-essenciais para reduzir custos.

Rever o plano de benefícios

Avalie o plano de benefícios oferecido aos seus funcionários e descubra se existem pacotes de serviços que não são utilizados de forma plena. Pequenas reduções podem fazer a diferença, já que são aplicadas a todos os funcionários.

Reduzir a carga de impostos

Você tem certeza de que está operando no regime de tributação ideal para o seu nicho de atuação e o tamanho da sua empresa? Com o auxílio de um contador, talvez você consiga reorganizar a carga de impostos e reduzir despesas.

Por fim, vale lembrar que, se você não tem experiência na redução de despesas de uma empresa, pode valer a pena contratar profissionais ou consultorias especializadas no assunto. O investimento pode valer a pena no médio e longo prazo, mesmo que pareça um pouco elevado em  um primeiro momento.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.