Como fazer precificação correta de seus produtos

Deixar um comentário

A forte concorrência imposta pelo mercado em qualquer área, tanto na prestação de serviços quanto na venda de produtos, exige que os empresários mantenham seus preços dentro de um determinado padrão para não perder clientela. Ao mesmo tempo, convém não baixar demais os valores, o que poderia comprometer a margem de lucro. É o equilíbrio entre esses fatores o desafio do gestor na precificação dos bens de consumo. Como os empreendedores devem agir para manter seus preços adequados?

O que é precificação

A precificação é determinação do custo que seu produto ou serviço terá no mercado. Mas qual a maneira correta de calculá-lo? Uma das fórmulas é a soma dos custos de produção e seus percentuais, além das despesas – tanto fixas quanto variáveis – mais a porcentagem de lucro que você espera obter com a venda.

Existem três tipos mais comuns de precificação. Um deles é a precificação baseada em custos, que leva em consideração custos totais, com os lucros já somados. O segundo é a precificação baseada na concorrência, que é determinada pelo valor praticado no mercado. O principal desafio dessa prática específica é se igualar a grandes empresas, que costumam ter preços mais competitivos.

Por fim, há a precificação baseada na demanda, que deve levar em consideração também o consumidor e fatores como a confiabilidade e a credibilidade de sua marca.

precificacao
Definir a política de preços da empresa não é simples. Tarefa exige estudo do mercado e da concorrência. Foto: iStock, Getty Images

O e-commerce e a precificação dinâmica

As diversas possibilidades de compra através de e-commerce tornam o mercado ainda mais competitivo e exigem do lojista que se utiliza dessa plataforma um método próprio de precificação. Além disso, a facilidade de comprar pela internet permite que o cliente em potencial compare preços em muitos sites em pouquíssimo tempo. Para atender a esse demanda existe a precificação dinâmica.

A precificação dinâmica acontece através de sistemas automatizados, com ferramentas programadas para definir o melhor preço para você vender seu produto. Considere um cenário no qual seu e-commerce vende 50 produtos diferentes, e outras lojas vendem os mesmos produtos. Se 40 deles estiverem com valores mais altos, o consumidor optará pela concorrência. O que também pode acontecer se os outros 10 produtos tiverem preços muito abaixo dos demais, pois isso pode gerar desconfiança por parte do consumidor.

O que o sistema de precificação dinâmica faz é acompanhar a movimentação dos preços, tanto seus quanto de seus concorrentes, e adequá-los aos praticados pelo mercado, através de sistemas e algoritmos, para que sejam competitivos e ao mesmo tempo não tragam prejuízo. Essa medida tende a aumentar a taxa de conversão e a gerar melhores resultados de vendas.

Agora que você já sabe tudo sobre precificação, coloque as dicas em práticas e encontre o preço ideal para seus produtos. Se você tem alguma dúvida, sugestão ou dica sobre o assunto, não deixe de comentar logo abaixo. E aproveite para compartilhar esse conteúdo com seus amigos, colegas e colaboradores, através das redes sociais.

Comentários

  1. Ju Guerra dice:

    Obrigada pela matéria! Sempre tive dúvidas sobre como chegar ao preço ideal.