Confira 6 dicas para lidar com contas atrasadas

Deixar um comentário

A fatura de seu principal fornecedor caiu no dia 10. Já é dia 15 e você ainda não pagou? Ainda tem a luz e a água do mês passado a pagar. E agora? Lidar com contas atrasadas pode ser um verdadeiro quebra-cabeças para um administrador de empresa.

Por isso, é importante seguir algumas regras para as dívidas do negócio não se tornarem um verdadeiro pesadelo. Confira a seguir seis dicas para enfrentar estas situações.

Como gerir as contas atrasadas

 

1. Conheça suas despesas e receitas

Um dos grandes motivos para empresas ficarem com contas atrasadas é o descontrole sobre receitas e despesas, o que leva o negócio a contrair dívidas além da sua capacidade de pagamento. Se esse é o seu caso, o primeiro passo para sair da situação é colocar a contabilidade em dia para poder ter uma visão clara da situação do negócio.

2. Priorize contas com juros

Se a empresa tem uma série de contas atrasadas ou está com diversas faturas para vencer em uma data próxima, mas não há dinheiro para pagar todas, é preciso priorizar o que deverá ser pago antes. Via de regra, o mais importante é pagar primeiro as contas sobre as quais incidem os juros mais altos, uma vez que são essas que fazem mais pressão sobre o total de sua dívida.

3. Troque juros caros por mais baixos

Se não há como quitar as contas atrasadas, a saída pode ser tomar um empréstimo mais barato em uma outra instituição financeira. Em outras palavras, buscar dinheiro mais barato.

Caso essa opção não esteja disponível, arregace as mangas e bata na porta dos credores para tentar renegociar os débitos. Tente estender o prazo de pagamento ou quem sabe pagar só os juros, para que a dívida ao menos não cresça.

empresário calculando contas atrasadas
Contas atrasadas podem ser o início da ruína de um negócio, por isso é importante quitá-las e evitar que cresçam. Foto: iStock, Getty Images

4. Priorize o essencial

Pagar os funcionários é mais essencial do que pagar fornecedores. Ficar sem luz é pior do que ficar sem água. Faça uma lista de todas as contas atrasadas, estabeleça um ranking das mais importantes e de quais podem ser adiadas trazendo os menores prejuízos possíveis aos negócios.

5. Corte o supérfluo

Na vida pessoal, é muito comum ver pessoas com contas atrasadas, mas que ainda mantêm a assinatura de TV e seguem pagando o plano de sócio torcedor. O que não é estritamente necessário deve ser cortado. O mesmo vale para os negócios.

Avalie também o que não é necessariamente supérfluo, mas sim exagero e até extravagância. Por exemplo, a empresa realmente precisa pagar um aluguel alto ou poderia trocar de ponto sem que isto interfira nos resultados?

6. Cuidado nos cortes

Por outro lado, muitos empresários se apressam em fazer cortes para pagar contas atrasadas e acabam prejudicando o futuro da empresa. Reduzir a folha de pagamento é sempre a opção mais simples, mas será que isso não afetará as vendas? Da mesma forma, cortar investimentos pode reduzir os gastos a curto prazo ajuda a pagar contas atrasadas, mas o impacto futuro desta redução pode levar a empresa a se ver em novas dificuldades logo ali adiante.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

Matérias relacionadas

Conheça 7 programas que ajudam a manter as contas em dia

Dicas para a administração do capital de giro de seu negócio

Pagamentos online: 5 alternativas ao Paypal