Descubra como lidar com a baixa temporada no turismo

Deixar um comentário

Durante as férias, você precisa recusar hóspedes porque não tem como dar conta do movimento. Na baixa temporada, o movimento diminui tanto que é preciso lutar pelos clientes. Poucos negócios são tão sazonais quanto os que dependem do turismo. Descubra como enfrentar essa dificuldade para garantir os melhores resultados.

Conhecendo o ciclo do negócio

Quando o assunto é a sazonalidade, o principal desafio para os empresários é lidar com o fluxo de caixa, já que a demanda diminui e aumenta de forma irregular. Se não houver planejamento e uma estratégia de administração para minimizar os efeitos da baixa temporada, as consequências serão prejudiciais para a sustentabilidade do negócio.

Para descobrir como lidar com a sazonalidade no seu nicho de mercado, o primeiro passo é conhecer e identificar o ciclo do negócio em detalhes. No turismo, é possível elencar várias causas para a diferença de público em alguns períodos do ano e do próprio mês:

– Férias escolares

Feriados

– Finais de semana

– Datas religiosas

– Eventos culturais, shows, festivais, campeonatos esportivos

– Variações do câmbio

Baseado nesse critérios – e em outros que você julgar importantes –, crie um panorama para o ciclo do seu negócio. Com ele, é possível direcionar as ações estratégicas e encontrar o melhor período para cada uma delas.

baixa temporada
Administrar uma empresa cujo público é composto por turistas é desafio na baixa temporada. Foto: iStock, Getty Images

Baixa temporada exige atrações qualificadas

Para Julian Zarb, professor do Instituto de Viagens, Turismo e Cultura da Universidade de Malta, o perfil do turista mudou com a internet. Ele defende que é preciso compreender a pessoa que viaja em baixa temporada para priorizar ações que melhorem a sua experiência.

“Hoje as tendências do turismo são muito diferentes do que eram há uma década, há vinte ou há trinta anos. O uso da tecnologia, a internet, o aumento de destinos e a crescente acessibilidade criaram um mercado mais amplo para o viajante”, explica. “O turista é mais qualificado e independente: esqueça a ideia de quem visita sua cidade por acaso; o turista de hoje está lá porque quer e sabe o que pode encontrar.”

Com um turista qualificado, é preciso investir em diferenciais. “O turismo de baixa temporada deve focar muito mais em uma experiência sociocultural do que no aspecto socioeconômico. É uma estratégia mais qualitativa do que quantitativa”, aponta.

5 dicas para lidar com a baixa temporada

Selecionamos algumas dicas simples para que você possa dirigir o seu negócio nos períodos de baixa sazonalidade. Confira:

  1. Foco na experiência

A recomendação é tão importante que merece ser repetida: durante a baixa temporada, priorize a interação entre o hóspede, o ambiente e a comunidade, agregando valor à estadia para conquistar o cliente.

  1. Reduza os preços

Promoções são muito comuns na rede hoteleira quando a demanda diminui. Para se diferenciar nessa prática, você precisa conceder benefícios que superem a concorrência. Gestão de recursos e redução de custos pode ser a solução.

  1. Continue em contato

É preciso encontrar uma maneira de não perder o contato com os seus clientes. Investir em marketing digital, seja com o envio de newsletters promocionais ou com a presença nas redes sociais, pode ser importante nesse momento.

  1. Prepare-se para o período de alta temporada

Capacitação dos funcionários, reforma, pintura, adaptações e expansão são algumas das alternativas para melhorar o seu negócio enquanto os clientes não lotam a casa. Projete a alta temporada e planeje com antecedência seu plano de atuação para obter o maior retorno possível.

  1. Faça contratos temporários

Por fim, vale lembrar que, no ramo do turismo, é importante incorporar a sazonalidade a todas as negociações. Considere alugar espaços ou materiais  nos períodos de alta temporada, criando contratos temporários para não arcar com essa despesa nos períodos de baixa.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

Matérias relacionadas

Aprenda a fazer o cálculo da aposentadoria

Confira 5 dicas para ter sucesso com empresa familiar

Ecossistema de empreendedorismo, o que é e por que devo entendê-lo?

Espírito empreendedor ou dedicação? Saiba como entrar no mundo dos negócios

Conheça 4 vantagens de abrir uma editora digital