É hora de realizar uma auditoria contábil na sua empresa?

Deixar um comentário

A contabilidade de uma empresa brasileira de médio porte tende a se transformar em dor de cabeça para os empresários. São cálculos e mais cálculos, relatórios, guias, cadastros e impostos a perder de vista. Nesse cenário – às vezes caótico –, a auditoria contábil surge como uma aliada da classe empresarial. Mas você sabe como colocá-la em prática?

Neste artigo, vamos ensinar os desafios e vantagens da auditoria contábil, com algumas dicas para que você possa aplicá-la na sua empresa. Boa leitura!

Auditoria contábil combate fraudes e irregularidades

Luis Carlos Kobielski Filho, administrador e sócio da Affectum Consultoria, explica que a auditoria contábil tem o papel de investigar e melhorar os processos internos das empresas. “É uma ferramenta relevante no controle de fraudes e na validação dos procedimentos contábeis”, aponta o especialista.

Ao analisar os registros da empresa, a auditoria identifica falhas no gerenciamento, na contabilidade e no sistema financeiro. Trata-se, portanto, de uma ferramenta para validar processos.

O recurso está ao alcance de todas as empresas, tenham elas fins lucrativos ou não, mas não se trata de uma exigência. “A grande maioria das empresas de nosso País é desobrigada legalmente de possuir auditoria, o que não as impede, porém, de validar seus procedimentos de tempos em tempos”, explica Filho.

é hora de fazer auditoria contábil?
Brasil está entre os países com as piores cargas tributárias do mundo. Foto: iStock, Getty Images

Driblando os impostos

O Brasil é um dos piores países do mundo para quem pretende abrir um negócio próprio. Para chegar a essa conclusão, basta analisar o levantamento anual intitulado Doing Business, de autoria do Banco Mundial. A organização avalia a “facilidade para negócios” de 189 países, e coloca o Brasil na 116ª posição.

Quando são analisados os dados referentes aos pagamentos de impostos, a situação piora: nosso País salta para a 178ª colocação, apenas 11 posições acima da última colocada, a Bolívia. De acordo com o relatório, os empresários brasileiros pagam mais impostos e são submetidos a uma burocracia maior do que a verificada em países como Haiti, Paquistão e Togo.

E é nesse cenário de alta taxas que a auditoria contábil pode fazer a diferença, desde que seja realizada com a finalidade de revisão fiscal. “Ela permite aproveitar ao máximos todas as oportunidades fiscais da empresa”, explica Filho. “Estima-se que cerca de 90% das empresas de nosso País recolhem tributos a mais em algum momento de sua existência, por desconhecimento da complexa legislação tributária ou por descontrole das obrigações contábeis e fiscais.”

Como fazer auditoria contábil

Há basicamente duas maneiras de colocar a auditoria contábil em prática: recorrer a uma empresa de consultoria especializada ou designar uma equipe de trabalho capacitada para a função em intervalos regulares.

Mas Filho explica que tudo começa pela qualidade dos relatórios internos. “Uma boa auditoria contábil está sempre atrelada a bons papéis de trabalho, independentemente dos auditores contratados”, aponta. “Relatórios confiáveis e profissionais internos da empresa comprometidos sempre geram trabalhos ótimos de auditoria.”

Para finalizar, o especialista explica que o custo da auditoria depende do porte da empresa interessada e da profundidade da investigação. “O valor varia muito com a empresa de auditoria contratada e o espectro de análise a ser realizado”, conclui Filho.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.