Veja 5 dicas para gerenciar finanças de pequenas empresas

Deixar um comentário

Entre as principais dificuldades enfrentadas por novos empreendedores está a de gerenciar finanças. Seja por falta de experiência ou por desconhecimento do mercado, muitas empresas fecham as portas ainda nas fases iniciais do negócio.

A inexperiência de gestão financeira foi apontada como a segunda maior causa de fechamento de startups nos Estados Unidos, de acordo com pesquisa feita pela Entrepreneur Weekly, em fevereiro de 2015. Quer saber como mudar esse cenário?

Como gerenciar finanças em pequenas empresas

Gerenciar finanças de pequenas empresas é uma tarefa complicada. O empreendedor vai encontrar muitos desafios ao longo do processo, pois nem sempre há dinheiro suficiente e o fluxo de caixa pode não acompanhar as necessidades do negócio, principalmente nas etapas iniciais.

gerenciar finanças
Negociar valores e prazos com fornecedores e investir em recursos humanos são duas boas dicas para gerenciar melhor as finanças. Foto: iStock, Getty Images

Mas se você seguir as cinco dicas abaixo, o caminho poderá ser um pouco mais tranquilo. Veja quais são os principais passos a seguir.

Calcule seu custo de vida mínimo

Esta dica é importante principalmente para aqueles que estão abrindo novos negócios. De acordo com o fundador da Accubiz, Bert Doerhoff, em artigo publicado no Accountingweb, é fundamental saber, especialmente nos dois primeiros anos, quanto da renda do seu negócio precisará reservar para você. Com o lucro restante, o administrador deve investir no crescimento da empresa.

Resista à tentação, principalmente com gastos que não têm demanda urgente, como reformas da casa ou grandes viagens à passeio. Espere seu negócio estar mais estabelecido para usufruir dos lucros. À medida que melhores resultados forem atingidos, você pode aumentar proporcionalmente o valor retirado para si.

Negocie acordos com os fornecedores

Não hesite em negociar acordos com fornecedores indispensáveis ao seu empreendimento, como serviços de entrega ou eletricistas. Tente alcançar o melhor prazo para você, mas sem deixar o fornecedor sem receber por muito tempo.

No início, é fundamental que se estabeleça uma relação de confiança entre as partes. Se A sua empresa estiver começando, os fornecedores não irão criar problemas na hora de negociar termos que ajudarão você a gerenciar melhor as finanças.

Fique atento ao estoque

O giro de estoque de uma empresa pequena ou média nem sempre é fácil de ser administrado. Se, por um lado, estoque parado representa dinheiro que não entra, uma saída rápida demais, além daquilo que foi projetado, pode atrapalhar o fluxo.

Lembre-se que uma administração correta do estoque otimiza o processo das vendas e pode aumentar o retorno financeiro. Busque sempre o equilíbrio.

Procure linhas de crédito com juros baixos

Muitas pequenas e médias empresas fecham as portas logo no início por não terem acesso a capital de giro. Linhas de crédito estão entre as soluções mais procuradas pelos empreendedores. Mas tenha muito cuidado: pesquise e escolha linhas com juros baixos.

Gerenciar finanças após escolher linhas de crédito com taxas abusivas de juros pode se transformar em uma tarefa complicada para o empreendedor menos experiente.

Não tenha medo de investir na equipe

Na hora de gerenciar e planejar, existem poucas unanimidades, mas uma delas é clara: cortes de gastos não devem ser feitos na área de qualificação de pessoal. Promova treinamentos e ofereça cursos para seus funcionários.

Pode parecer um gasto desnecessário, mas, a médio e longo prazo, irá se refletir positivamente no seu orçamento, pois agrega em qualidade na prestação do serviço.

Se você seguir essas dicas, ficará mais fácil gerenciar finanças da sua pequena ou média empresa. Lembre-se que a má gestão está entre as principais causas de mortalidade de novos negócios.

Caso você tenha outras dicas, não esqueça de mencioná-las nos comentários. Compartilhe o artigo nas redes sociais com seus amigos, colegas e colaboradores.