5 dicas para contratar a pessoa certa

Deixar um comentário

Contar com funcionários engajados, motivados e competentes para executar as suas funções é um dos pontos fundamentais para o bom andamento da empresa, seja qual for o seu setor. Para ter a pessoa certa para cada cargo, tudo começa na contratação. Você precisa planejar bem cada etapa da seleção para não tomar decisões equivocadas.

Como contratar a pessoa certa

Contratar não é um processo simples, pois envolve várias etapas e, dependendo o caso, muitos candidatos. Como saber qual deles é o mais qualificado e se encaixará melhor no cargo oferecido? Confira, abaixo, cinco dicas para não errar na escolha.

pessoa certa
Na hora de iniciar processo de seleção, empreendedores devem saber qual perfil buscam. Foto: iStock, Getty Images

1. Estratégia de recrutamento

O primeiro passo é definir para qual trabalho você pretende destinar o funcionário contratado. Em artigo publicado no About Money, a especialista em recursos humanos Susan Heathfield explica que, após tomar essa decisão, você deve marcar uma reunião de planejamento para o recrutamento. Nela, devem estar os funcionários envolvidos na contratação, e serão definidos os processos e as etapas seguintes da seleção.

2. Verifique as redes sociais

Uma boa dica para saber se o seu candidato é a pessoa certa para preencher a vaga é fazer uma rápida busca na internet com o seu nome e ver o que aparece. Em artigo publicado no Business News Daily, a especialista em escrita criativa Brittney Helmrich afirma que a forma como a pessoa se comporta em suas redes sociais (fotos, vídeos e conteúdos que compartilha) podem dizer muito sobre como será seu comportamento profissional.

3. Concentre-se no potencial

A personalidade é uma das coisas mais importantes a serem observadas em um processo de contratação. O conjunto de conhecimentos técnicos também é essencial, mas isso pode ser adquirido ao longo do tempo.

Veja, durante o processo seletivo, como o funcionário se comporta. Questões relativamente simples, como olhar nos olhos durante a conversa (linguagem corporal) ou respostas mais elaboradas, podem ser um bom indicativo sobre a personalidade do seu candidato.

4. Capacidade de adaptação

As organizações estão em constante mudança, para se adaptar ao mercado e às formas de enfrentar a concorrência. Em artigo publicado no Hiring Monster, Kirsten Olson, CLO da Old Sow Coaching and Consulting, afirma que, diante disso, é fundamental que você conte com pessoas capazes de crescer e se adequar com facilitade mesmo com as alterações abruptas do cenário de trabalho.

5. Faça as perguntas certas

Para encontrar a pessoa certa – e para que ela mostre tudo aquilo que tem a oferecer – você também precisa fazer as perguntas certas. O objetivo principal das perguntas deve ser separar os candidatos que são apenas médios daqueles que têm potencial para ocupar o cargo pretendido.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

Matérias relacionadas:

Recrutamento: como conduzir um processo seletivo

Descubra por que o planejamento é essencial na hora de contratar funcionários

Saiba quanto custa para contratar um funcionário no Brasil

Equipe freelancer: conheça as vantagens e desvantagens

Conheça as vantagens de contratar um jovem aprendiz