Aprenda a calcular o giro de estoque de seu negócio

Deixar um comentário

Fazer uma manutenção adequada do estoque de mercadorias é essencial para o bom andamento de seu negócio. Para isso, é essencial que você saiba avaliar o giro de estoque de seus produtos. Confira qual a sua importância e aprenda a calculá-lo.

O que é giro de estoque

É um indicador utilizado para medir a qualidade do estoque de mercadorias de seu negócio. É a quantidade de produtos vendidos, durante determinado período, do estoque mantido pela empresa.

giro-de-estoque
O giro de estoque é uma referência essencial para avaliar o ritmo de suas vendas e o momento de sua empresa. Foto: iStock, Getty Images

 

Como calcular o giro de estoque

Para calcular, basta somar a totalidade de produtos vendidos em um período e dividir pela média desta mercadoria mantida em estoque ao longo deste tempo.

Por exemplo: você tem uma loja de calçados que vende apenas um tipo de tênis. No início do mês, o seu estoque conta com 100 itens. Passada uma semana, 50 pares foram vendidos. Para repor, você compra outros 50 pares. Ao decorrer das próximas três semanas, você repete esta operação três vezes, totalizando 200 pares de tênis vendidos e permanecendo com outros 100 no estoque.

Somando o total de produtos vendidos, 200, e dividindo pela média de estoque durante o mês, 100, você achará um giro de estoque igual a 2.

Obviamente, o estoque da sua loja não irá contar com apenas um tipo de produto, então você pode utilizar o valor total do estoque para o cálculo. Por exemplo: você tem um estoque avaliado em R$ 20 mil a preço de compras e vendeu R$ 40 mil produtos a preço de compras no mês. Dividindo o segundo valor pelo primeiro, encontrará novamente um giro de estoque igual a 2.

Vantagens de um giro alto de estoque

Em geral, quanto maior o número de vezes que o seu estoque girou, melhor estão os seus negócios. Entre as vantagens de ter um estoque com giro alto, destacam-se: menor risco de  ficar com produtos ultrapassados na prateleira, menos espaço para armazenar suas mercadorias, maior faturamento e, em caso de acidentes ou roubos, menor prejuízo.

Problemas com o estoque

Um mau gerenciamento de seu estoque pode levar a dois grandes problemas. O primeiro diz respeito a produtos com baixo giro de estoque, que têm baixa saída e permanecem por meses nas prateleiras.

Se esse é o seu caso, o ideal é armazenar menos mercadorias e tentar chegar o mais perto possível de um giro de estoque igual 1, o que representa que você estará equilibrando o número de produtos comprados e vendidos.

O segundo diz respeito ao problema oposto: você vende um produto com alta saída e não consegue manter o ritmo de reposição de estoque. Isso acarretará na falta de produtos na prateleira e, consequentemente, na perda de oportunidades de negócios. Para resolver isso, o ideal é tentar agilizar as entregas dos fornecedores e aumentar a média de produtos armazenados.

O ideal é a empresa estar sempre de olho no giro de estoque de seus produtos e adequar constantemente o seu estoque ao ritmo de vendas. Essa é uma métrica essencial para a saúde do seu negócio.

Comentários

  1. Carlos S dice:

    Tinha dificuldades no cálculo do giro de estoque... Agora ficou bem mais claro. Obrigado pelas dicas!