Entenda como um headhunter pode qualificar o quadro de executivos de sua empresa

Deixar um comentário

Ter os melhores profissionais nos cargos de liderança é necessário para o crescimento e os bons resultados de qualquer empresa. Na busca por esses líderes, o headhunter é um ótimo aliado para sua empresa, pois ele é um especialista em “caçar cabeças”, como sugere a tradução do termo em inglês.

O headhunter não é um recrutador comum, mas sim um profissional especializado em selecionar os melhores profissionais do mercado em áreas executivas, de acordo com o perfil e as necessidades de cada empresa e de cada cargo que ela precisa preencher.

headhunter
Contratar os serviços de um headhunter é recomendável mesmo se a empresa possui um departamento interno de seleção. Foto: iStock, Getty Images

Para Rafael Souto, CEO da Produtive, consultoria que auxilia executivos em transição de carreira, mesmo que a empresa disponha de um departamento de seleção interna na área de recursos humanos, contratar um headhunter é aconselhável para preencher cargos de média gestão ou superiores.

“O RH da empresa não vai se expor ligando para os concorrentes, por exemplo. Por isso, o headhunter consegue ir além no recrutamento, podendo fazer uma pesquisa mais aprofundada no mercado sem comprometer o sigilo da companhia a que está servindo”, explica Souto.

Headhunter pode refinar busca por perfil ideal

A experiência do headhunter no recrutamento de altos executivos resulta na construção de uma ampla rede de contatos, o que facilita para esse profissional encontrar candidatos que atendam a requisitos raros, como o domínio de um idioma exótico ou capacidade de realizar uma atividade de alto grau de especialização.

Segundo Rafael Souto, esse refinamento na busca pelo perfil ideal para cada cargo e cada empresa em particular reduz o risco de fazer a contratação errada.

“Uma pergunta comum quando se fala em processo seletivo é: quanto custa contratar a pessoa errada? Muitas vezes, investir um pouco mais no recrutamento, contratando um terceiro, representa um grande benefício pelo fato de a seleção ser mais certeira”, observa.

Experiência de mercado e rede de contatos são diferenciais

O headhunter não tem uma formação específica para exercer a profissão. Existem profissionais de diferentes áreas que atuam como recrutadores de executivos. O principal requisito para ingressar nessa carreira é ter bom conhecimento e experiência de mercado, elementos que possibilitam a formação de uma rede de contatos capaz de suprir as demandas do processo seletivo.

Atualmente, tem se tornado cada vez mais comum que recrutadores busquem profissionais na internet. Uma pesquisa feita pelo LinkedIn, a mais conhecida rede social voltada ao mercado de trabalho, mostrou que 42% dos recrutadores consideram a rede social como principal fonte para boas contratações.

Assim, um headhunter também deve estar atento a essa ferramenta, que permite ampliar ainda mais o leque de profissionais disponíveis no mercado para ocupar o cargo que a empresa precisa.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar o artigo com seus seguidores nas redes sociais.