Decoração pode melhorar produtividade e bem-estar no ambiente de trabalho

Deixar um comentário

A decoração de seu escritório ou loja não é apenas um elemento estético de seu negócio, mas pode também ajudar a aumentar a produtividade e o bem-estar das pessoas que utilizam o espaço. Circulação, iluminação e cores são elementos que podem beneficiar ou prejudicar a sua empresa. Confira a seguir dicas para evitar erros nessa área.

Decoração começa com o layout

Anna Novaes, arquiteta da Conseil Brasil, afirma que uma boa decoração começa com um layout bem feito, que deve definir o uso/objetivo do espaço e quantas pessoas irão trabalhar ali. “Tudo nasce a partir do layout, a posição dos móveis, das mesas e, principalmente, a circulação entre eles”, diz.

decoracao
Pensar em fatores como espaços, iluminação e cores são essenciais na hora de decorar seu escritório ou loja. Foto: iStock, Getty Images

Novaes explica que contratar ajuda especializada para pensar no layout é a melhor opção para não errar e precisar gastar duas vezes na decoração do mesmo espaço.

“A empresa ou a pessoa especializada consegue enxergar de forma de global como vai ser um layout de uma loja ou de um escritório privilegiando as necessidades – por exemplo, quantas mesas e estações de trabalho tem que ter”, diz. “Quem não é especialista, dificilmente consegue enxergar e resolver a circulação entre mesas, a posição dessas mesas”, completa.

A arquiteta afirma que o principal erro em termos de decoração é justamente não pensar na circulação das pessoas – por onde passam, como passam atrás da mesa, como abrem armários. “Não adianta fazer a conta por metro quadrado. Tem que colocar os móveis e ver se a disposição ficou a contento para poder ser uma coisa agradável e útil no dia a dia”, afirma.

Decoração pode elevar produtividade

Decoração não é apenas pensar na disposição dos móveis, também fatores que compõe o ambiente, como iluminação, tratamento acústico, cores, objetos decorativos. “Até uma cadeira pode ser um objetivo decorativo e compor o restante do projeto”, diz a arquiteta.

Anna explica que a iluminação de um ambiente não pode ser muito forte, nem muita fraca. Deve ser setorizada, priorizando o posicionamento das mesas. “Uma iluminação genérica, o teto iluminado de maneira genérica, não vai atender sua necessidade específica”, afirma. “Depois de definir o layout, aí você trabalha a iluminação pensando naquele layout”, acrescenta.

Em relação às cores, ela recomenda a utilização de tons neutros e serenos para o espaço de trabalho, uma vez que opções mais vibrantes e fortes se tornam cansativas. No entanto, as cores mais fortes podem ser uma boa alternativa para ambientes de passagem, espaços em que os funcionários tomam café ou conversam, por exemplo.

“É até interessante fazer um ambiente mais descontraído e mais dinâmico, justamente para as pessoas não ficarem muito tempo lá, porque a cor forte demais incomoda”, salienta.

Por outro lado, Anna cita os aparelhos eletrônicos como principal fonte de distração para as pessoas, ainda mais quando levamos em conta que a própria estação de trabalho já é composta por computadores, internet e celulares, elementos que dificultam o funcionário a focar na atividade que devem exercer.

“Para um escritório de contabilidade pode ser uma distração, mas para outro, de publicidade, pode ser essencial. Tem que ver caso a caso”, conclui.

Comentários

  1. Carlos S dice:

    Sem sombra de dúvidas, a decoração influencia no bem estar do funcionário e, consequentemente, na produtividade. Todo mundo prefere trabalhar em um local agradável.