Horário de trabalho flexível: vantagens e precauções

Deixar um comentário

Alternativa para empresas situadas em cidades com trânsito intenso e para companhias que desejam melhorar a produtividade dos funcionários, o horário de trabalho flexível permite que os colaboradores escolham a própria jornada de trabalho.

Para Daniella Forster, consultora de carreiras por mais de 20 anos e coordenadora do PUC Talentos, o serviço de carreiras da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), o horário flexível é interessante para profissionais que apresentam diferenças de desempenho e produtividade em função do horário de trabalho.

Continue a leitura e descubra se vale a pena implantar um sistema com horário flexível na sua empresa, analisando as vantagens e desvantagens da prática.

horário de trabalho flexível
A flexibilidade é atraente para os funcionários, mas exige precauções e cuidados por parte do empregador. Foto: iStock, Getty Images

 

Horário de trabalho flexível atrai colaboradores

Ponha-se no lugar do empregado: você gostaria de trabalhar em uma empresa que dá liberdade para que os colaboradores escolham o melhor horário para trabalhar? Imagine-se praticando atividades físicas no período preferido e adequando a jornada de trabalho à rotina pessoal – e não o contrário. Parece atraente?

Pois algumas empresas adotam esse sistema justamente para cativar e reter talentos. “É algo bem comum em empresas de tecnologia e de serviços em geral, em que não há uma necessidade de cumprir horários de linha produção e dar conta de plantões”, explica Daniella.

Em pequenas empresas, tende a ser mais fácil adotar a prática, pois há menos colaboradores e menos turnos de trabalho a serem manejados, o que simplifica o monitoramento dos horários.

É possível elencar três modalidades para o horário de trabalho flexível:

Horário fixo variável: o colaborar opta por um entre diversos horários alternativos propostos pelo empregador

Horário variável: o trabalhador é livre para decidir a jornada de trabalho, mas deve ater-se rigidamente a ela

Horário livre: o empregado escolhe livremente quando irá trabalhar, desde que cumpra a carga horária prevista para o dia ou para a semana.

Vantagens e desvantagens do horário flexível

Listamos, a seguir, as principais vantagens dessa prática, quando bem-sucedida:

– Melhoria do desempenho individual

– Redução no número de faltas e atrasos

– Diminuição das horas extras

– Melhorias na vida pessoal do empregado

– Parceria entre empregador e empregado

– Fortalecimento do engajamento e do comprometimento dos funcionários.

Entre as possíveis desvantagens, caso o sistema seja implementado de forma incorreta, é possível elencar:

– Dificuldade para gerir as pessoas

– Queda na qualidade de comunicação entre os empregados

– Falta de supervisão das atividades concluídas

– Aumento dos gastos com o controle das horas de trabalho”.

Agora que você já avaliou os possíveis benefícios e malefícios da prática, pode concluir se deseja adotar a jornada de trabalho livre na sua empresa. Caso a resposta seja positiva, é preciso estar atento a algumas precauções.

“O horário flexível exige cuidados na hora de legalizar e também no momento de comunicar ao colaborador quais são as regras e o que significa esta flexibilidade para cada realidade organizacional”, explica Daniella.

De qualquer forma, a consultora de carreiras avalia que as desvantagens só existem quando há má utilização do conceito e os colaboradores tiram vantagem da proposta de forma indevida. Assim, a prática é recomendável, desde que haja controle sobre os resultados e parceria entre o empregador e os funcionários.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

Matérias relacionadas:

Confira as vantagens de permitir o trabalho em casa para funcionários

Rotina empresarial: como organizar o horário de almoço dos funcionários

Negócio digital: saiba quando home office é melhor opção para sua empresa

Veja 5 dicas para otimizar sua reunião de trabalho