Liderança de equipe é um dos principais desafios para os administradores

Deixar um comentário

Grandes empresas precisam de grandes líderes que, para exercer esse poder de liderança, devem estar cientes de que terão na sua equipe diferentes pessoas, cada uma com sua personalidade, anseios, dúvidas e formas de se relacionar. Ter a sensibilidade de saber trabalhar com tanta gente diferente é uma das coisas que diferem o bom do mau líder.

Segundo a personal e profissional coach e professora do curso de Gestão de Recursos Humanos da Unisinos/RS, Talita Oliveira, há diferenças entre os papéis principais dentro de uma empresa. Ela afirma que o gestor trabalha com a parte mais “fria” da empresa, com os números e com os indicadores. Já o responsável pela liderança deve trabalhar para que as metas traçadas sejam alcançadas através das pessoas. “Para isso, é necessário que ele compreenda a importância dos relacionamentos no ambiente de trabalho”, explica.

liderança
Gerir pessoas é um desafio permanente para qualquer líder. Foto: Shutterstock

Conhecer as pessoas é essencial para exercer liderança

De acordo com Talita, um dos principais desafios do líder é aceitar que as pessoas são diferentes e que não há como tratá-las de maneira igual, devido às características próprias da personalidade de cada um. Existem funcionários que precisam ser acessados diversas vezes em um mesmo dia, e outros que sequer precisam de atenção, conforme exemplifica a professora. O líder deve estar predisposto a se envolver com seus funcionários – e esse é um grande desafio.

A principal dificuldade em liderar uma equipe está justamente em entender que as pessoas dessa equipe têm características e comportamentos diferentes entre si. Para Talita, conhecer e lidar com essas diferenças passa diretamente pelo autoconhecimento individual que a pessoa que está na liderança deve ter sobre si. Saber o que cada um gosta, o que irrita cada pessoa, o que cada um faz de melhor, onde ou qual área tem mais dificuldades, são elementos cruciais para reconhecer no outro.

O responsável pela liderança deve ter em mente que não é o responsável pela motivação de sua equipe, mas aquele que impede que ela fique desmotivada. A motivação é individual, e é interessante que se mantenha uma equipe com motivações parecidas. Quando isso não for possível, não há problemas: uma equipe com motivações diferentes vai buscar soluções alternativas e criativas. “O líder deve compreender o que motiva cada um e cuidar para que suas palavras e suas atitudes não acabem com os sonhos e projetos de sua própria equipe”, alerta Talita.

Confira algumas dicas sobre liderança nos negócios

– A liderança deve ser pautada pelo respeito: sempre agir com educação e delicadeza

– Respeitar as leis trabalhistas

– Observar para não cometer nenhum tipo de infração: a linha que separa a brincadeira e a descontração do assédio moral é muito tênue

– Você vai errar, pois você é um ser humano e está em constante evolução. Esteja acostumado com a solidão da sua função, mas ao mesmo tempo cerque-se de pessoas competentes e que você possa confiar.

Comentários

  1. Ju Guerra dice:

    A FGV tem um curso bem interessante em gestão de empresas familiares. Um conhecido meu fez e gostou muito.