Como fazer a DASN-SIMEI: Declaração do microempreendedor individual

Deixar um comentário

É dever do microempreendedor individual (MEI) apresentar anualmente a Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI), também conhecida como Declaração Anual Simplificada – DASN, com base nas informações de entradas e saídas de dinheiro no ano anterior empreendimento.

O microempreendedor tem de janeiro a maio para enviar à Receita Federal a declaração referente ao ano-calendário anterior. Nesta declaração deverá constar os valores dos tributos devidos nos meses, o valor de apuração, a soma dos valores apurados de cada tributo e o valor pago por ele.

O empresário deverá informar também a sua receita bruta total, ou seja, o faturamento anual, assim como o valor das receitas referentes a comércio, indústria e serviço, e se houve alguma contratação trabalhista. É preciso ter atenção para que a receita não ultrapasse o limite de R$ 60 mil por ano, pois do contrário o empreendedor pode ser desenquadrado da categoria MEI.

dasn
Para evitar ser multado e ter o CPF e CNPJ em situação irregular, é preciso prestar contas até o último dia do mês de maio de cada ano. Foto: iStock, Getty Images

8 passos para fazer a DASN-SIMEI

A declaração anual DANS-SIMEI é um documento fiscal obrigatório, e o descumprimento da lei gera multa e torna no CNPJ e CPF irregulares. Confira um passo a passo simples para fazer o asserto:

  1. Acesse o Portal do Simples Nacional
  1. Escolha “Contribuintes” e “Simei” no canto superior do site
  1. Selecione em “Serviços Disponíveis” a opção “DASN SIMEI – Declaração Anual para o Microempreendedor Invidual”
  1. Preencha com o número completo do CNPJ (sem pontuação)
  1. Digite os caracteres de controle solicitados pelo sistema
  1. Clique na opção “Declaração Original do Ano-Calendário X” (dependendo do ano anterior ao que a declaração está sendo feita) e depois “Continuar”
  1. Informe os dados pedidos: receita buta total do ano-calendário anterior, receita buta sujeita ao ICMS e se possuiu empregado no ano
  1. Após confirmada a transmissão da DASN, imprima o recibo de entrega. No recibo impresso constarão as informações prestadas, o dia e a hora da transmissão. Após a transmissão da declaração, você já pode imprimir no sistema as guias de pagamento do ano seguinte.

Os deveres do microempreendedor

Vale lembrar que o microemprendeedor individual está dispensado da contabilidade e, por isso, não precisa escriturar livro. Mesmo assim – ou por essa razão -, quem está nesse regime de tributação precisa de atenção e organização. O empresário deverá guardar as notas de compra de mercadorias, documentos do funcionário contratado (caso tiver) e o canhoto das notas fiscais que emitir.

Se o faturamento da empresa for maior que R$ 60 mil no ano mas não ultrapassar R$ 72 mil, o seu negócio será considerado uma microempresa. A partir de então, o empreendedor fará o pagamento de impostos sobre um percentual do faturamento do mês, que pode variar de 4% a 17,42%, dependendo do negócio.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

Descrição: 

Comentários

  1. angelasilva dice:

    Sempre tive dúvidas sobre como preencher esta declaração. Obrigada pelas dicas!