Confira dicas para abrir um negócio no setor de vestuário

Deixar um comentário

Você está pensando em investir em um novo empreendimento no setor de vestuário? A primeira coisa a saber é que trabalhar com moda exige que você goste do segmento, esteja disposto a correr riscos e enfrentar uma forte concorrência. Confira, a seguir dicas de como escolher com que tipos de produtos trabalhar e como montar a sua loja.

Qual área do vestuário escolher

O setor de vestuário é um dos maiores do Brasil. Em 2014, o faturamento da indústria têxtil brasileira alcançou R$ 130,2 bilhões, segundo balanço da Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil de Confecção). Isso indica que há muitas oportunidades, mas também que a concorrência é grande. Se você está começando um pequeno negócio, o ideal é focar em apenas uma gama de produtos. Não ache que a melhor opção é vender de tudo um pouco.

vestuário
Avaliar a concorrência e caprichar no visual da loja são fatores essenciais para ter sucesso. Foto: Shutterstock

Felizmente, o vestuário oferece múltiplas opções: abrir uma loja de roupas femininas, masculinas ou infantis; trabalhar com confecções exclusivas ou receber peças de múltiplas marcas; abrir um comércio com produtos esportivos ou optar por um segmento da sociedade, como evangélicos ou gestantes; focar em um tipo único de peças, como moda íntima ou calçados; investir em uma franquia ou em uma loja virtual; etc.

Antes de tudo, faça uma boa pesquisa de mercado e da concorrência para avaliar qual é a melhor oportunidade de negócio. É vital fazer um estudo sobre a viabilidade, ou seja, se há público ou não. Não tente ser a quarta loja de material esportivo de seu bairro. Por outro lado, se você notar que não há nenhum estabelecimento voltado para o público plus size, aí estará uma oportunidade.

Cuidados com a sua loja de vestuário

Dada a alta competitividade do setor de vestuário, o fator decisivo para o seu negócio dar certo pode ser como estão organizados a arquitetura e o visual da loja. É importante avaliar bem qual é a melhor quantidade de araras, expositores, prateleiras e balcões em relação ao mix de produtos que o negócio oferece.

Também é importante que o visual da sua loja converse diretamente com o público-alvo. Motivos havaianos funcionam muito bem para uma surf shop, mas provavelmente irá repelir quem procura ternos e gravatas. Para este segmento do vestuário, o ideal é uma aposta mais sóbria.

Você ainda deve se preocupar com a experiência que o cliente terá em sua loja. Todo consumidor já comprou mais do que precisava após ser bem atendido e já deixou uma loja de mãos vazias depois de receber um atendimento insatisfatório. Invista em treinamento de funcionários, mas também torne a estadia do consumidor em sua loja mais agradável.

Dê um perfume e um aroma agradável ao ambiente. Coloque uma música tranquila, que estimule o consumidor a permanecer mais tempo no local. Se o seu negócio é voltado para as mulheres, crie um espaço confortável para homens, com sofás e poltronas para que possam esperar confortavelmente e se sintam menos propensos a apressá-las. Não se esqueça também de caprichar nas vitrines – elas são o convite para o seu comércio.

Comentários

  1. ricardo.britto dice:

    Tentei abrir uma loja de roupas há um tempo atrás mas não deu certo... Olhando para trás, acredito que tenha faltado um bom planejamento de mercado e metas mais realistas.