Conheça 5 programas de inovação utilizados no setor público

Deixar um comentário

A inovação é considerada uma das chaves para o sucesso em um empreendimento. Mas será que é possível buscar soluções inovadoras no setor público, ambiente no qual os processos já estabelecidos – por vezes ultrapassados – predominam? O sucesso das administrações públicas, diante dessa nova realidade, pode estar justamente nessa dicotomia.

Diferenças de gestão entre o setor público e privado

Antes de tentar estabelecer comparações, é preciso entender que setor público e setor privado possuem lógicas diferentes de funcionamento. A gestão pública busca maximizar ao máximo a relação entre custo e benefício à população, enquanto a administração privada tem como objetivo a obtenção do lucro.

Enquanto dentro de uma empresa privada a prestação de contas acontece diante de um conselho responsável pela gestão, a prestação de contas de uma organização pública deve ser feita diante da sociedade. Fatores como esse levam a maneiras diferentes de condução e gestão.

A burocracia, sempre tão criticada em relação aos processos do setor público, faz-se necessária por lidar diretamente com dinheiro público. No entanto, existem processos próprios que estão ultrapassados e não se justificam dentro do sistema.

O desafio do setor público, diante disso, é encontrar formas inovadoras de conduzir esses processos. Iniciativas como a participação digital, ligadas à democracia representativa, podem ajudar dentro desse contexto. Nesse sentido, a internet configura-se em um grande aliado dos governos no século 21.

setor publico
Experiências inovadoras no setor público incentivam iniciativas de participação e democracia representativa. Foto: iStock, Getty Images

Iniciativas inovadoras no setor público ao redor do mundo

Seja quais forem as diferenças de gestão entre setor público e setor privado, é preciso tentar encontrar meios para reduzir a falta de eficiência dos governos. Nem sempre é possível aplicar os mesmos processos em ambos os casos, mas abaixo você pode verificar cinco iniciativas inovadoras implementadas no setor público em vários locais do mundo.

IGovSP: Rede Paulista de Inovação – Brasil

O IGovSP é um portal criado pelo governo do Estado de São Paulo para que servidores públicos possam compartilhar experiências inovadoras, voltadas ao aperfeiçoamento da gestão pública. Com essa colaboração, é possível atuar para a melhoria dos serviços prestados à população.

Corfo: Corporación de Fomento de la Producción – Chile

A iniciativa, criada pelo governo federal chileno, tem como objetivo a diversificação da produção no país, baseado em conceitos de empreendimentos inovadores, afim de fortalecer o capital humano e as capacidades tecnológicas através de desenvolvimento sustentável.

SF Mayor’s Office of Civic Innovation – Estados Unidos

Atuando em três frentes, essa ferramenta do governo de San Francisco, nos Estados Unidos, reúne prefeito, os diferentes departamentos da cidade e os próprios cidadãos, com o objetivo de construir uma governança sustentável, acessível, participativa e responsiva.

Public Sector Innovation – Austrália

A iniciativa, liderada pelo departamento de Indústria e Ciência do governo australiano, tem como proposta ajudar os servidores públicos do país a desenvolver e aplicar soluções inovadoras no trabalho.

Secretariat-General for Government Modernisation, SGMAP – França

Criado em 2012, no governo do presidente François Hollande, a iniciativa reúne todos os departamentos responsáveis pelas políticas de modernização, anteriormente dispersas em outros setores, e introduziu uma nova forma de direcionar os esforços de modernização governamentais.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.

Matérias relacionadas

Sem crise: como crescer em um cenário de dificuldades

Confira o calendário de feriados e pontos facultativos de 2015

PL 4330: entenda o que está em discussão sobre a terceirização

Captação de recursos para projetos sociais é desafio

O poder das redes formais para o empreendedorismo