Internacionalização de empresas brasileiras cresce 7%

Deixar um comentário

Um estudo realizado pela Fundação Dom Cabral (FDC) e divulgado no início do mês de setembro de 2015 apontou crescimento de 7% na internacionalização de empresas brasileiras. O Ranking FDC das Multinacionais Brasileiras é realizado desde 2006, e chegou a sua 10ª edição acompanhando o movimento das empresas nacionais no cenário global.

Pelos números detectados ao longo desse tempo, a FDC já considera o processo como irreversível, o que ajuda a fortalecer e tornar mais competitivas essas empresas. Saiba mais aqui.

O crescimento da internacionalização de empresas brasileiras

Além de apresentar números e estatísticas sobre a internacionalização de empresas brasileiras, o ranking de 2015 mostra os países e regiões onde as empresas estão presentes, o seu desempenho, as expectativas para o futuro dos negócios e tendências de expansão, estabilidade ou retração das atividades para os próximos anos.

A principal novidade é que o estudo de 2015 investigou a capacidade das multinacionais brasileiras de se adaptarem à cultura dos países em que atuam. A diferença cultural, de acordo com a Fundação Dom Cabral, é subestimada pelas empresas em muitos casos. Por esse motivo, é o principal fator que culmina nos fracassos das operações internacionais.

Participaram da pesquisa empresas de capital majoritariamente brasileiro, com atuações na indústria, prestação de serviços ou centros de pesquisa e desenvolvimento em mais de 100 países. A amostragem ficou em 62 empresas, sendo 48 multinacionais e 14 franquias que atuam no exterior.

Em relação às 48 multinacionais avaliadas, foram 18 setores representados. O setor que lidera as estatísticas é o de informação e comunicação, com 13%. Depois, aparecem os setores de alimentos e bebidas e siderurgia e metalurgia, ambos com 10%. Já nas franquias, o total de setores representados é menor: são 7, com destaque para vestuário, com 36%, alimentação, com 22%, e estética e saúde, com 14%.

internacionalização de empresas brasileiras
Estudo da Fundação Dom Cabral apontou crescimento de 7% na internacionalização de empresas brasileiras em 2015. Foto: iStock, Getty Images

Top 10: confira o ranking

O Top 10 do ranking de internacionalização de empresas brasileiras é formado pelo índice de internacionalização, que leva em conta ativos, receitas, funcionários no exterior e a capacidade de adaptação.

A lista completa e outros rankings com critérios diferentes (como faturamento, número de países em que está presente) pode ser acessada aqui.

1º Fitesa – 0,720

2º Construtora Norberto Odebrecht – 0,644

3º InterCement – 0,573

4º Gerdau – 0,573

5º Stefanini – 0,559

6º Marfrig – 0,536

7º Artecola – 0,521

8º Metalfrio – 0,500

9º CZM – 0,492

10º JBS – 0,488

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.