A Startup Enxuta: 3 lições de Eric Ries para o sucesso da sua empresa

Deixar um comentário

Como uma startup pode alcançar o sucesso no menor tempo possível? A resposta, de acordo com o livro A Startup Enxuta, de Eric Ries, está na redução dos desperdícios e na comprovação constante da utilidade do produto.

Neste artigo, vamos apresentar alguns ensinamentos da obra para que você melhore a gestão da sua empresa e obtenha os melhores resultados. Continue a leitura e veja como aplicar o conceito de Lean Startup no dia a dia do seu negócio.

A Startup Enxuta é referência para empreendedores

Lançado em 2011, com o título original The Lean Startup: How Today’s Entrepreneurs Use Continuous Innovation to Create Radically Successful Businesses, o livro de Eric Ries logo transformou-se em referência de gestão para startups de tecnologia. Naquele ano, a rede americana Amazon o listou como um dos mais importantes livros de negócios lançados.

A obra apresenta uma metodologia inovadora para que as startups possam implementar uma cultura de aprendizado constante aos seus processos. O termo lean vem do conceito de lean manufacturing, uma conhecida filosofia de gestão que consiste na identificação e eliminação sistemática de desperdícios.

Para uma empresa de tecnologia em estágio inicial, desperdício significa, principalmente, produzir softwares inúteis. Assim, a promessa da metodologia de Ries é acelerar o aprendizado e reduzir o desperdício, permitindo que a startup alcance o sucesso o quanto antes.

E o primeiro passo dessa caminhada é entender que o grande responsável pelo sucesso é justamente o sistema de aprendizado. “O sucesso das startups não é uma consequência de bons genes ou de estar no lugar certo na hora certa. O sucesso das startups pode ser construído pela correta condução dos processos, o que significa que isso pode ser aprendido e ensinado”, pontua Ries em trecho do livro.

A Startup Enxuta
Testar a recepção dos produtos no mercado é um dos mantras do movimento Lean Startup. Foto: iStock, Getty Images

3 lições de A Startup Enxuta

Confira, a seguir, quatro lições apresentadas por Eric Ries ao longo do livro:

1. Tenha a incerteza como mantra

“Você não pode ter certeza de que conhece a solução para qualquer parte de qualquer problema da empresa, a menos que vá e veja com os próprios olhos em primeiro lugar”, ensina o autor. “É inaceitável tomar qualquer coisa como garantida ou se contentar com relatórios de terceiros.”

Na opinião de Ries, é preciso comprovar e entender a fundo cada etapa do processo, diminuindo a incidência de erros na origem dos sistemas. Além disso, ele vê a startup como uma empresa que atua sob altos índices de incerteza, porque, inicialmente, não se conhece nem o produto nem o comportamento dos consumidores.

2. Acelere o Loop Fundamental

Ries criou um processo que resume a atividade fundamental de uma startup, do processo de desenvolvimento do produto e também de aprendizagem. Trata-se da tríade Construa-Meça-Aprenda, que ele chama de Loop Fundamental.

Seguindo esse conceito, o principal propósito de uma startup é transformar ideias em produtos, avaliar como os consumidores respondem a esses produtos e então entender o que precisa ser modificado para atender com precisão à demanda. Quanto mais rápido a empresa cumprir as etapas do loop, recomeçando o processo, mais rápido ela chegará ao sucesso.

“O que diferencia as histórias de sucesso das de fracasso é o fato de que os empreendedores bem-sucedidos tiveram a clareza, a habilidade e as ferramentas para descobrir quais partes dos planos estavam funcionando perfeitamente e quais podiam ser aprimoradas”, sentencia o empreendedor em trecho do livro.

3. Esteja preparado para falhar

Para finalizar, vale lembrar que, ao assumir a iniciativa de empreender em um universo de tantas incertezas como o das startups, é preciso estar preparado para as falhas, já que elas fazem parte do processo de crescimento. “Esta é uma das lições mais importantes do método: se você não pode falhar, então não pode aprender”, resume Ries.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.