Como montar um sistema de preços para garantir a lucratividade da sua empresa

Deixar um comentário

Quanto seu produto deve custar? Vale a pena praticar um preço mais caro do que o da concorrência? Como competir com valores que mudam a todo o momento? A resposta para essas perguntas pode estar na implementação de um sistema de preços, capaz de monitorar o mercado e garantir a competitividade dos produtos.

Ficou curioso para entender como funciona o procedimento? Então continue a leitura e confira como desenvolver uma política de preços para determinar o valor dos produtos de forma rentável à empresa.

sistema de preços
80% de quem compra em e-commerce faz uma pesquisa de preço antes de efetuar a compra. Foto: iStock, Getty Images

Por que implementar um sistema de preços

De acordo com dados do e-Marketer, empresa especializada em pesquisas no segmento digital, o e-commerce movimentou mais de US$ 48 bilhões em vendas no ano de 2013, e há previsão de crescimento. Com o aumento da concorrência, a tendência é que os empresários encontrem cada vez mais dificuldade para manter a competitividade de seus produtos.

Luiz Pereira, diretor comercial da Precifica, empresa que tem um sistema de preços inteligente como principal produto, explica que monitorar os preços do mercado é fundamental para os empresários. “É vital ao empresário manter-se atento aos movimentos de ajuste dos preços nos concorrentes”, aponta. “Isso se dá de forma ainda mais crítica no mundo online, onde as vendas crescem em ritmo acelerado.”

O que você faz quando pretende comprar um produto pela internet? Se a resposta foi pesquisar o preço em diferentes sites, saiba que você não está sozinho: segundo o relatório Beyond the Checkout Cart, elaborado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) em 2014, 80% do público que compra em e-commerce faz uma pesquisa de preço antes de efetuar a compra. Assim, é possível dizer que ignorar o preço praticado pela concorrência pode significar o fracasso do seu negócio.

Sistema de preços favorece a competitivadade

Pereira explica que o principal objetivo de um sistema de preços é manter os preços dos produtos em patamares altamente competitivos, sem abrir mão da rentabilidade mínima necessária para tornar o negócio sustentável.

“A tecnologia entra como peça fundamental, realizando alterações automáticas de valor dos produtos, seja aumentando ou diminuindo o preço”, aponta ele. “O empresário terá informações completas para decidir pelo desconto ou elevação do preço, levando em consideração variáveis do mercado como estar com estoque exclusivo ou possuir melhores condições de frete.”

Com essas dados sempre atualizados em mãos, é possível estender o sistema de preços a todo o portfólio de produtos da empresa, não apenas aos itens mais vendidos.

Como funciona o sistema de preços

Em geral, os sistemas de preços desenvolvidos pelas empresas de tecnologia permitem que os usuários selecionem os concorrentes que devem ser monitorados, a fim de comparar os preços dos produtos.

“A leitura dos dados é feita através de crawlers, robôs rastreadores que simulam compradores para identificar os preços dos produtos, bem como disponibilidade, condições de frete e até parcelamento”, revela Pereira.

Em seguida, o especialista explica que as informações são cruzadas por meio de um algoritmo, que elimina possíveis distinções e variáveis sem importância, a fim de entregar insights confiáveis ao usuário. A decisão fica a cargo do dono do e-commerce, que utiliza os dados da maneira que achar conveniente – o feeling empresarial também conta nessa hora.

Gostou da matéria? Se as dicas foram úteis, não esqueça de compartilhar o artigo com seus seguidores nas redes sociais. Caso haja alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe seu comentário abaixo e contribua com a troca de ideias.

Matérias relacionadas:

Saiba como formar preço de venda nos negócios

Por apenas ,99: entenda por que as lojas não vendem a preços redondos

Quando o comparador de preços é vantajoso para o negócio?

Preço mais baixo: como sobreviver sem ter o produto mais barato

Como fazer precificação correta de seus produtos