Conheça o perfil do brasileiro que compra pela internet

Deixar um comentário

Quase todos os empreendedores que estão criando novos negócios atualmente devem ter essa preocupação: como vender o produto ou serviço na internet? Com um crescimento muito acima do varejo tradicional, o comércio eletrônico apresenta, ano após ano, números impressionantes. Mas você conhece o perfil do brasileiro que faz compras pela internet? Descubra a seguir.

Faturamento multibilionário

O primeiro e-commerce brasileiro surgiu em 1995: a livraria BookNet (vendida em 1999 ao Submarino). Parece pouco, mas, em 20 anos, o mercado online aumentou de forma quase incalculável, tornando-se um negócio multibilionário, em que as pessoas podem comprar quase tudo que é possível adquirir em uma loja física.

De acordo com a pesquisa Webshopper, realizada anualmente pela E-bit, o faturamento do e-commerce brasileiro foi de R$ 35,8 bilhões em 2014, 24% acima em relação ao ano anterior. Já o volume de compras pelas internet aumentou 17%, chegando a 103,4 milhões de pedidos feitos em 2004. Isso mostra que o valor médio de uma compra pela internet subiu de R$ 327 para R$ 347 entre os dois anos.

compra pela internet
Mais de um quarto dos brasileiros já fez ao menos uma compra pela internet na vida. Foto: iStock, Getty Images

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), a expectativa é que, em 2016, o mercado de e-commerce brasileiro supere o faturamento anual de R$ 45 bilhões.

Mais de um quarto dos brasileiros já fizeram compras pela internet

A pesquisa Webshopper revelou que 51,5 milhões de brasileiros (a população brasileira era de 201 milhões em 2014, segundo censo do IBGE) fizeram ao menos uma compra pela internet em 2014. Dessas pessoas, 10,2 milhões compraram pela primeira vez.

Além disso, 62% do total das pessoas que fazem compras pela internet são das classes A e B, enquanto 27% pertencem às classes C e D. As mulheres (57%) são as maiores consumidoras do e-commerce, especialmente aquelas na faixa etária entre 35 e 49 anos.

A Webshopper também indicou que a maioria das pessoas procura pelo segmento de moda e acessórios ao fazer compras pela internet. Higiene pessoal, eletrodomésticos, telefonia e livros também são bastante procurados.

Um estudo diferente, o Ibope E-Commerce, divulgado em agosto de 2013, apontou que as compras pela internet atraíam mais de 60% dos internautas brasileiros na época – montante que já passava de 100 milhões.

Outra diferença apontada por este segundo estudo diz respeito aos itens mais procurados do comércio eletrônico. Segundo o Ibope, o segmento mais procurado foi o de cultura (26%), seguido por vestuário e calçados (15%) e informática. O campo eletrônico, aliás, foi o que apresentou o maior faturamento, equivalente a 23% do total.

Atenção aos jovens

Se você está pensando em criar uma loja virtual, focar no público adolescente pode ser uma ótima oportunidade. Apesar de não serem responsáveis pela maior parte das compras – devido ao seu baixo poder de compra -, os jovens são a faixa etária mais familiarizada com as compras online. De acordo com uma análise divulgada pela ComScore em 2013, 80% dos adolescentes entre 12 e 17 anos costumam visitar sites de varejo.

Comentários

  1. Ju Guerra dice:

    Interessante ver como cada vez mais pessoas estão comprando pela internet... parece que aquele medo da compra virtual já passou por aqui.