Conheça programas de governos para acelerar startups

Deixar um comentário

Empreender e inovar exige uma série de comprometimentos e, principalmente, confiança na sua ideia. É na parte do investimento, ou seja, no dinheiro necessário para colocar o plano em prática, que as coisas complicam. É para ajudar nessa hora que os governos de várias nações costumam manter programas de aceleração e financiamento de startups.

Startup é a fase inicial, de experimentação de um negócio que prevê rápido crescimento, geralmente ligado a tecnologias inovadoras. Nesse tipo de empresa, o investimento inicial é muito importante para a entrada no mercado, porém, o capital próprio nem sempre é uma opção.

governos
Programas de aceleração são opção para quem possui uma ideia inovadora mas não tem capital para colocá-la em prática. Foto: iStock, Getty Images

O apoio dos governos para startups ocorre em diversos países. Essas iniciativas buscam estimular a inovação e possibilitar a instituição de novos negócios, promissores para o país. Os programas de incentivo dos governos buscam, ainda, criar um ambiente competitivo e inovador com novas ideias e propostas.

Quer conhecer alguns exemplos? Siga a leitura.

Conheça os programas de aceleração dos governos

Chile

Entre os governos latinoamericanos, o chileno possui um dos melhores programas de aceleração e incentivo de startups. O Start-Up Chile, criado em 2010, é executado pela Corfo via InnovaChile, e tem o objetivo de transformar o país em um berço do empreendedorismo na América Latina.

Os projetos abrangem as mais diversas áreas e, além disso, startups estrangeiras também podem participar do processo seletivo. O programa oferece US$ 40 mil para cada negócio e visto de um ano para trabalhar no Chile.

Brasil

O programa Start-Up Brasil, em parceria do governo com a iniciativa privada, tem como objetivo o crescimento e aceleração de startups no país. O programa visa, ainda, inserir no mercado novos produtos e serviços.

Essa é uma iniciativa para colocar empresas de destaque em contato com as tendências de mercados globais, possibilitando o fortalecimento do país como difusor de inovação. O processo de seleção consiste na inscrição pelo site e avaliação da proposta. As startups selecionadas recebem recursos de até R$ 200 mil.

Colômbia

Formada em 2012, iNNpulsa Colômbia apoia e promove o crescimento de negócios de destaque. São selecionadas iniciativas empresariais que podem crescer de modo rápido, sustentável rentável.

Assim como os outros governos da América Latina, o colombiano também viu a necessidade de promover a inovação e o empreendedorismo no país. Esse programa se baseia quase exclusivamente em empreendedores que querem desenvolver negócios na web.

Peru

O Peru também possui um programa de incentivo a novos negócios. Vendo a necessidade de mudança no setor de atividade para maior valor agregado, o Start-Up Peru baseia-se na habilidade peruana de desenvolver soluções criativas para problemas complexos.

O programa oferece 12 meses para o desenvolvimento e validação dos modelos de negócio e financiamento de até S/. 50 mil.

Outros governos fora da América Latina também possuem programas de apoio e financiamento de startups. Se você quer colocar a sua ideia em prática e acredita que ela tenha potencial, informe-se e inscreva-se nos programas de aceleração.

Se você tem dúvidas ou sugestões sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e colabore com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar o artigo com seus seguidores nas redes sociais.