Entenda como startups disputam o mercado do pão quentinho com padarias

Deixar um comentário

Para a maioria das pessoas, comprar pão quentinho todas as manhãs significa sair de casa e ir até a padaria mais próxima – e muitos não têm tempo para isso. Tendo em vista isso, há startups que criam um novo processo, apostando no desejo de comodidade e conforto dos clientes. São os serviços de assinatura de pão.

Receber pães em casa não é nenhuma novidade. Para gerações anteriores, essa era a realidade, mas a opção já se extinguiu há bastante tempo nas cidades grandes. Na onda dos serviços de assinatura, startups tentam reativá-la.

Uma das empresas que trabalha com a entrega de pães é a Pão da Manhã, que atua em Campinas, Bauru, São Paulo e Belo Horizonte. Em cada cidade, ela conta com a parceria de padarias locais para produzir os pães.

Ela dá ao cliente a possibilidade de escolher quantos pães deseja receber, de quais tipos, definir a faixa de horário para a entrega e escolher quais dias deseja recebê-los, em troca de um valor fixo mensal que cobre as mercadorias e a entrega.

Um morador de São Paulo, por exemplo, irá pagar R$ 115 pela assinatura mensal para receber cinco unidades de pão francês (50g), de segunda a sexta, na porta de casa.

pão
Serviços por assinatura entregam pães na casa do cliente, na quantidade e no horário que eles desejam. Foto: iStock, Getty Images

Vantagens e desvantagens

Para o consumidor, a principal vantagem é a comodidade de não precisar sair de casa para comprar pão e o conforto de receber no horário que deseja.

Para o empreendedor, a vantagem é saber exatamente quantos pães precisa produzir, o que torna mais fácil prever as entradas e despesas e facilita a gestão do negócio. Além disso, ele não vai precisar de toda a estrutura para o atendimento de clientes que um ponto de venda demanda e tampouco para a produção, já que há parceria com as padarias locais.

Mas há também startups que produzem o próprio pão a ser entregue para os clientes diariamente. A vantagem, nesse caso, é um maior controle da qualidade dos pães e a possibilidade de oferecer produtos gourmets exclusivos. A desvantagem do modelo sem parceria é a necessidade de estrutura para produzir os pães nos horários que os clientes desejam (em geral, cedo da manhã).

Qual a diferença para uma padaria?

A padaria tem um modelo de negócio conhecido. É possível conduzir uma pesquisa de mercado para saber quantos ingredientes é preciso comprar, quantos funcionários contratar, para quem vender, como vender, etc. Já uma startup tem como princípio um modelo de negócio inovador, repetível e escalável.

O que significa isso? Ser repetível significa poder vender o mesmo produto para vários clientes. No caso da padaria, o produto dela é o pão, que só pode ser vendido para uma mesma pessoa e depende de sua capacidade de produção. Na startup, o produto é o serviço de assinaturas, que pode ser vendido para quantas clientes a empresa conseguir conquistar.

Escalável significa poder crescer rapidamente e exportar o modelo para outros lugares. Uma padaria não pode ser “exportada” para outra cidade – é preciso abrir outro negócio, ainda que seja uma franquia. No serviço de entregas, você pode expandir para quantas cidades for necessário, desde que você consiga fornecedores locais para produzir o pão.

Comentários

  1. angelasilva dice:

    Poxa! Uma pena não ter uma startup dessas na minha cidade frowning ...