Ludwig, startup que leva música a surdos, vence prêmio nos EUA

Deixar um comentário

A startup Ludwig Project, que criou uma pulseira que traduz canções para deficientes auditivos, ganhou, em novembro, o pitch fight do Venture in LA, missão de negócios que acontece em Los Angeles, nos Estados Unidos, organizada pela MidStage Ventures. A empresa brasileira criada em Campinas, no estado brasileiro de São Paulo, também já havia recebido destaque pela Apple.

O que é o Ludwig Project

O Ludwig Project nasceu no final de 2014, em um curso que reunia desenvolvedores de aplicativos mobile. Quatro desenvolvedores se conheceram neste curso e, desde seus primeiros projetos, buscavam algo que pudesse ajudar as pessoas através da tecnologia. Foi em um brainstorming que surgiu a seguinte pergunta: “como podemos ensinar música para uma pessoa com deficiência auditiva?”

Para alcançar esse objetivo, eles se deram conta de que, antes, era preciso mostrar o que é música para alguém que talvez nunca tenha ouvido e não conhece essa sensação. Por isso, criaram um app que, através de vibrações, introduz a sensação do que é a música para um surdo.

pulseira da Ludwig emite vibração
Ludwig consiste em uma pulseira que tem uma vibração para cada toque feito na tela. Foto: Youtube, reprodução

O Ludwig consiste em um aplicativo de piano em um tablet, conectado a uma pulseira que emite uma vibração para cada toque feito na tela. Após escolher uma das músicas disponíveis na biblioteca do aplicativo, o usuário pode ir seguindo as notas. As guias têm cores distintas e ajudam a educar os usuários sobre o ritmo da canção tocada.

O projeto tem esse nome em homenagem a Ludwig van Beethoven, que ficou parcialmente surdo quando já era um compositor conhecido.

Ludwig é destaque na Apple

O Ludwig Project foi um dos destaques do evento para desenvolvedores da Apple de 2015, realizado em junho, na Califórnia. Durante o Worldwide Developers Conference, a Apple mostrou o projeto brasileiro como uma das muitas possibilidades de desenvolver o ecossistema de aplicativos.

“Música para mim é tudo, é muito especial. Eu quero que todo mundo tenha esse sentimento incrível que a música me dá, até mesmo a pessoa que não pode ouvir. Meu sonho é levar música para todo mundo”, afirma o estudante de engenharia da computação Raphael Silva, um dos responsáveis pelo projeto.

A equipe do Ludwig está se preparando para lançar uma campanha de crowdfunding em janeiro do ano que vem. Ela será criada no site Kickstarter. Para continuar desenvolvendo o produto, o projeto vai continuar trabalhando com instituições focadas em surdos no Brasil, Estados Unidos e Europa.

O lançamento oficial do aplicativo, que ainda está em fase de testes, deve acontecer em dezembro de 2016. Por meio do apoio do crowdfunding, os interessados podem receber a pulseira antes do público em geral.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.