Marketing no Facebook: 5 dicas para engajar a audiência organicamente

Deixar um comentário

Com mais de um bilhão de usuários ativos diariamente, a plataforma criada por Mark Zuckerberg é a rede social mais popular do mundo, e virou sinônimo de internet para muitas pessoas. Só que engajar a audiência com o marketing no Facebook não é tarefa simples. Com muita concorrência e pouco alcance orgânico, as fanpages de empresas precisam ser criativas para chamar a atenção do usuário.

Neste artigo, vamos ensinar algumas dicas para que você consiga extrair o máximo da rede social sem investir em posts patrocinados, a fim de impulsionar a presença online da sua marca e converter likes em vendas. Boa leitura!

Algoritmo desafia as empresas

Antes de continuar, uma pergunta simples: você sabe que boa parte do conteúdo postado na página da sua empresa não chega às pessoas que a curtiram, certo? Isso se deve à ação do algoritmo que decide o que aparecerá ou não no feed de notícias de cada usuário. O nome dele é EdgeRank, e entendê-lo é o primeiro passo para quem pretende utilizar o Facebook como canal de comunicação.

marketing no Facebook
Entender o algoritmo que filtra as postagens é o primeiro passo para melhorar o marketing na rede social. Foto: iStock, Getty Images

O nome é curioso, mas a lógica é simples de compreender. Com tantos usuários e páginas produzindo conteúdo simultaneamente, é humanamente impossível acompanhar todas as publicações do seu círculo de interesse.

É aí que entra o EdgeRank: o papel do algoritmo é justamente filtrar o que é mais relevante para cada usuário. Assim, ele mostra no feed de notícias apenas o conteúdo que está alinhado às suas preferências.

Na prática, essa ação do algoritmo reduz o alcance das publicações a apenas uma pequena fatia das pessoas que curtiram a sua página. Um estudo conduzido pela Social@Ogilvy revelou que a média de alcance das páginas no Facebook é de 6,15% da base de usuários que as curtiram. O percentual é inversamente proporcional à quantidade de likes: quanto maior o número, menor a porcentagem de pessoas atingidas.

Mas como ele consegue identificar a relevância de um post em relação a outro? Há, basicamente, três grandes critérios:

1. Afinidade

Quanto mais você interagir com a pessoa ou com a página, por meio de likes, comentários, compartilhamentos, conversas privadas, visitas ao perfil, posts no mural, etc., maior a probabilidade dos posts aparecerem no seu feed de notícias.

2. Conteúdo

Existe uma hierarquia de relevância para cada tipo de conteúdo. Por exemplo: vídeos se sobrepõem às imagens, que superam os textos de atualizações de status, que são mais relevantes do que os compartilhamentos de links. A estrutura é complexa e o algoritmo é atualizado constantemente, a fim de melhorar a experiência dos usuários, por isso é necessário ficar atento às mudanças.

3. Tempo

Em tese, publicações mais recentes aparecem com prioridade no seu feed de notícias, mas o tempo não é o fator mais decisivo, como você provavelmente já percebeu. De qualquer forma, é importante dedicar atenção especial aos períodos em que há mais usuários online.

A última pesquisa realizada pelo Scup, uma ferramenta de monitoramento de redes sociais, apontou o período das 11 às 12 horas das quarta-feiras como o mais movimentado no Facebook.

5 dicas para melhorar o marketing no Facebook

Pensando nessa dificuldade para chegar até os usuários, reunimos algumas dicas para que você construa um conteúdo mais relevante, a fim de melhorar o alcance orgânico e melhorar o marketing no Facebook. Confira:

1. Conheça o público-alvo

Antes de criar uma campanha, descubra em detalhes qual o perfil do consumidor que você pretende atingir. A dica é do diretor de planejamento da agência Hub Comm, José Luiz Martins. “Conhecer o cliente e o perfil comportamental é fundamental para aumentar a eficiência da comunicação”, aponta. “Precisamos entender o que as pessoas esperam de uma rede social, o que eles procuram neste canal e o que as engaja.”

2. Invista em histórias

Uma das melhores formas de garantir engajamento e atrair a atenção dos usuários é contar histórias relevantes, mas isso requer planejamento. “Para contar uma história, temos que entender, antes, o que queremos apresentar, qual é o produto e para quem temos que vender”, explica Martins.

Há diversas alternativas de abordagem, dependendo do nicho da sua empresa. “Pode ser sobre algum cliente satisfeito, sobre como o produto resolveu uma situação ou como o produto ou serviço faz diferença no dia a dia das pessoas”, exemplifica o especialista.

3. Busque um diferencial

A missão é produzir algo que chame a atenção, pois, quanto mais interações e compartilhamentos, maior a relevância e a chance de atingir novos usuários. Para isso, seu conteúdo deve ser, tanto quanto possível:

– Colorido

– Interessante

– Supreendente

– Inspirador

– Diferente

– Factual

4. Atenção às métricas

O Facebook oferece diversas métricas para que você consiga entender o que funciona e o que não funciona para a sua audiência. Com base nos dados oferecidos pela plataforma, descubra os horários de maior repercussão e o formato de posts que recebem mais atenção dos usuários.

5. Incentive a interação

Por fim, é importante chamar os seguidores para a conversa, questionando a respeito de suas opiniões e experiências. Dessa forma, você cria um canal de discussão e promove a postagem. Outra maneira de fazer isso é incluir botões de call to action, convidando o usuário a visitar a página oficial, por exemplo.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

Matérias relacionadas:

Saiba como melhorar seus resultados na hora de postar no Facebook

“Impulsione”, o programa do Facebook para pequenas empresas

Saiba como melhorar resultados com Facebook Ads em 4 dicas

Pai do Marketing: confira três dicas de Philip Kotler sobre estratégia de marketing

Pequenas empresas à frente em ações de marketing de conteúdo