Meios eletrônicos de pagamento: veja vantagens para seu negócio

Deixar um comentário

Os velhos talões de cheque e até mesmo o dinheiro vivo estão com os dias contados. Isso porque os meios eletrônicos de pagamento estão tomando conta das carteiras e bolsos dos consumidores. Segurança, comodidade e rapidez tornam os cartões de crédito e débito ótimos instrumentos de pagamento. E a sua empresa, já entrou na onda?

Vantagens dos meios eletrônicos de pagamento

Uma pesquisa da Tendências Consultoria, encomendada pela bandeira de cartão de crédito MasterCard, aponta alguma das principais vantagens dos meios eletrônicos de pagamento.

Dentre as principais constatações, 91% dos comerciantes afirmaram que aceitar o cartão de débito como forma de pagamento aumenta o volume de vendas e atrai mais clientes, 82% enfatizam que a aceitação incentiva o aumento de tíquete médio, e 93% concordam que os cartões agregam mais valor à venda. Resumindo, é quase consenso que o uso de meios eletrônicos de pagamento é bom para os negócios.

Meios eletrônicos de pagamento
Meios eletrônicos de pagamento podem reduzir preocupações com insegurança. Foto: iStock, Getty Images

As respostas demonstram que a média do valor das transações para meios eletrônicos de pagamento como débito e crédito podem ser 16% e 67% maiores comparadas ao dinheiro. “Em um cenário de retração no consumo, oferecer modalidades de pagamento flexíveis para o consumidor final é essencial para o varejo”, avalia o vice-presidente de  Desenvolvimento de Aceitação e Negócios da MasterCard Brasil e Cone Sul, Alexandre Brito.

Entre os comerciantes pesquisados, 91% relatam que as transações em dinheiro aumentam sua preocupação com segurança e, por causa disso, 67% acreditam que os caixas preferem pagamentos feitos com meios eletrônicos de pagamento a dinheiro. Além disso, 55% dos lojistas indicam que as filas dos caixas seriam mais rápidas com a adoção de cartões.

O pagamento com cartão também aumenta a comodidade do consumidor e dos funcionários do estabelecimento. Para 62% dos comerciantes pesquisados, a aceitação de cartões reduz custos quando comparada à operação em dinheiro: 70% dos entrevistados declaram ir ao banco uma a três vezes por semana e 33% têm um funcionário dedicado para lidar com o dinheiro. Por fim, 41% dos estabelecimentos já foram vítimas de assalto nos últimos três anos, e 25% das empresas contrataram seguro contra furto e roubo.

O tamanho do mercado de meios eletrônicos de pagamento

Segundo levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), os brasileiros movimentaram R$ 509 bilhões em compras com cartões de crédito e débito no primeiro semestre de 2015, o que representa um crescimento de 10,2% em relação ao mesmo período de 2014. As compras com cartões de crédito somaram R$ 324 bilhões (alta de 10,1%) e as com cartões de débito, R$ 185 bilhões (alta de 10,5%).

As transações não presenciais com cartões de crédito, com destaque para o e-commerce, também contribuíram para o avanço do setor, somando R$ 59,1 bilhões – crescimento de 26% em relação ao primeiro semestre de 2014. Esse valor representa 18,6% do total transacionado com cartões de crédito no período.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.