Pitch, networking, follow-up: você domina a língua dos empreendedores?

Deixar um comentário

O crescimento do mercado de empresas de inovação e tecnologia de crescimento rápido no Brasil introduziu uma nova língua no vocabulário dos empreendedores. A começar pela própria palavra que designa os negócios desse tipo: startup.

Esse termo já era usado no mundo dos negócios como sinônimo de “abrir uma empresa”, mas ganhou um significado mais específico na era da internet, quando passou a ser mais relacionado a ideias inovadoras principalmente no mercado digital.

No fim da década de 1990, nos Estados Unidos, quando a internet iniciou sua escalada de crescimento tanto em número de usuários quanto em possibilidades de inovação, a palavra startup era usada para se referir a um grupo de pessoas que estivesse trabalhando com uma ideia inovadora e com potencial de gerar lucro.

língua
Universo das startups está cheio de termos em inglês que são usados no dia a dia da empresa. Foto: iStock, Getty Images

O crescimento da internet ao redor do mundo levou o modelo de startups para outros territórios. Talvez isso explique a proliferação de termos em inglês em meio aos empreendedores, já que a internet é muito pautada por expressões da língua inglesa.

Glossário da língua das startups

Para não cair em falsas interpretações sobre o significado de alguma expressão, selecionamos 15 verbetes desta nova língua que domina o mundo dos negócios. Confira a seguir uma seleção de termos usados com frequência por empreendedores e seus respectivos significados:

Beta: é a versão inicial de um produto. Esse termo geralmente é usado para se referir a um software que é disponibilizado para os usuários ainda em fase de testes, de modo que ele possa ser aperfeiçoado numa versão seguinte, a partir dos erros e problemas verificados na experiência dos usuários.

Brainstorming: termo que já era muito usado em agências de publicidade para se referir a uma reunião, geralmente inicial, cujo objetivo é reunir o maior número de ideias possível para estimular a criatividade e encontrar soluções inovadoras.

Briefing: É uma espécie de roteiro com informações que servem como ponto de partida para o desenvolvimento de um trabalho.
Business Angels: na língua dos empreendedores, “anjos” são investidores que colocam capital em novos negócios em troca de uma participação nos lucros da empresa. Costumam contribuir com contatos e conhecimento na implantação da empresa também.
Business Plan: também designado pelas iniciais, o BP é o plano de negócios do empreendimento, com previsão de custos, meios e objetivos.

Crowdfunding: é um meio para obtenção de capital através de financiamento coletivo.

Crowdsourcing: princípio é o mesmo do crowdfunding, só que, ao invés de obter capital, a intenção é conseguir serviços de forma coletiva.
Deadline: é a data final para que uma tarefa seja finalizada.

Feedback: termo usado para designar a avaliação de um trabalho ou o desempenho de um funcionário, no sentido de ajustar condutas e estratégias de ação para alcançar os objetivos traçados, readequar as metas ou estabelecer novos rumos para o período seguinte.
Follow-up: trata-se do acompanhamento das atividades, para saber como está o andamento de cada ação e medir os resultados que elas estão dando até então.

Gap: quando o empreendedor diz que há um “gap” na empresa, ele quer dizer que existe algum processo ou etapa do projeto que está em débito, seja porque ainda não foi preenchido ou porque precisa ser melhor desenvolvido.
Networking: esta palavra já estava na ponta da língua dos empreendedores há mais tempo. Significa criar uma rede de relacionamentos que permita estabelecer parcerias para fazer negócios.
Pitch: é chamada dessa forma a apresentação de um projeto, serviço ou produto a investidores. Trata-se de uma explanação da ideia a um corpo de avaliadores que poderão ou não investir capital na proposta.

Staff: é a equipe da empresa.

Target: refere-se ao público-alvo de um produto, serviço ou ação, ou seja, é o perfil de cliente que o empreendimento pretende atingir.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos nas redes sociais.