Quer abrir filial nos EUA? Consultoria America Expert pode ajudar

Deixar um comentário

A alta do dólar e o mercado em aquecimento nos Estados Unidos deixam muitos empreendedores brasileiros salivando para abrir uma filial no país e experimentar o American Way of Life. Mas será que isso é muito complicado? Para tornar o processo mais fáil, a consultoria America Expert pode ajudar.

A America Expert é uma consultoria especializada em auxiliar empresários brasileiros nos Estados Unidos. Formada por administradores, profissionais de comércio exterior e contadores, a companhia ajuda clientes em diversas soluções.

Entre os serviços oferecidos pela America Expert estão abertura de empresa, constituição de endereço físico nos Estados Unidos, contabilidade, logística, pesquisas e levantamentos e práticas e estratégias de mercado.

America Expert ajuda a abrir empresa nos EUA
Aquecimento do mercado dos Estados Unidos anima empreendedores brasileiros. Foto: iStock, Getty Images

America Expert traça um panorama do mercado americano

O mercado americano está cada vez mais promissor para os brasileiros. Desde que foi aprovado o acordo de troca de informações tributárias entre Brasil e Estados Unidos, ficou mais fácil para os dois países avançarem rumo a um tratado que elimine a tributação de empresas brasileiras em operação nos Estados Unidos e vice-versa.

Segundo a America Expert, o número de consultas de empresários brasileiros e estrangeiros interessados em parcerias cresceu 60% em 2012 em relação ao ano anterior. Como consequência, há mais brasileiros não apenas fazendo negócios nos Estados Unidos, mas também morando.

Outra empresa que presta serviços de internacionalização de empresas brasileiras nos Estados Unidos, a Drummond, observou aumento de 74% na procura por informações para abrir negócios no país no ano passado.

“A grande demanda por informações atualizadas e abalizadas sobre o mercado americano e a crescente procura por indicações para abertura de negócios nos EUA reflete o poder de globalização das empresas brasileiras. Não são apenas as companhias de médio e grande porte que são consideradas desafiadoras globais, mas também os empreendimentos de pequeno porte, que até pouco tempo se restringiam à exportação como modo de entrada em outros países, mas hoje já buscam outras opções, como joint-ventures, fusões, franchising e a instalação de subsidiárias”, afirma Bruno Drummond, sócio da Drummond.

Como abrir uma empresa nos EUA

Para o empreendedor estrangeiro, os procedimentos de abertura de empresa nos Estados Unidos podem parecer confusos e complicados. Por isso, é necessário ter um planejamento amplo e detalhado para que o capital investido e o seu retorno sejam maximizados. Veja no que prestar atenção, segundo a Drummond:

Estrutura societária

A escolha da estrutura societária e do tipo de entidade legal, por exemplo, vai influenciar nas implicações tributárias sobre a nova empresa, o que afeta diretamente os rendimentos do empreendimento.

Local de atuação

Outro ponto que merece atenção é a escolha do local de atuação. Em muitos casos a empresa se estabelece em um determinado estado devido aos benefícios fiscais oferecidos, porém possui operações em outro local.

Funcionários

Embora a legislação trabalhista seja mais simples e flexível que a brasileira, o empreendedor não deve descuidar das obrigações básicas, como o seguro desemprego, contribuição-previdenciária e seguro saúde obrigatório (Medicare).

Vistos

É importante entender os requisitos e peculiaridades dos vistos de entrada nos EUA. Cada tipo de visto estabelece um limite de permanência no país e define as atividades que podem ser exercidas. O L1 é o mais procurado por quem quer empreender nos EUA, pois permite a transferência de executivos ou gerentes entre empresas do mesmo grupo econômico ou vinculadas.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.