Startup de sucesso: conheça o significado de 15 palavras essenciais para vencer

Deixar um comentário

Conhecer as principais palavras e conceitos relacionados ao setor da empresa é um dos primeiros passos para o empreendedor que almeja o sucesso. Com foco no meio digital, as startups não fogem à regra: fique por dentro dos principais termos e adote-os no seu dia a dia.

A força das palavras

Imagine que você está em um evento importante, que reúne empreendedores, investidores e profissionais especializados no segmento. É a ocasião ideal para debater os rumos do setor, divulgar o próprio trabalho, conhecer parceiros em potencial e ampliar a rede de contatos.

Por sorte ou indicação de um conhecido, você é apresentado a um famoso investidor. A conversa flui e ele se interessa pelas suas propostas. Até que o termo “ideia escalável” vem à tona. Você hesita, sem saber o significado da definição. Tarde demais: o investidor já percebeu a falta de preparo e sequer cogita investir na sua empresa.

palavras
Habituar-se com os principais conceitos e definições é essencial para quem deseja ter uma startup de sucesso. Foto: iStock, Getty Images

Diante dessa história hipotética, fica fácil entender o poder das palavras em um segmento de ampla concorrência, em que atrair investimentos e cativar investidores é condição para alcançar o sucesso.

15 palavras essenciais para bombar sua startup

  1. Aceleradora

A aceleradora é uma entidade que dá suporte à startup, permitindo seu amadurecimento. Em troca da orientação, da rede de contatos, do espaço no escritório e do aporte financeiro, a aceleradora fica com uma pequena porcentagem da empresa, entre 2% e 10%.

  1. Pitch

O pitch é a apresentação da sua ideia ou produto. Ela pode ocorrer por meio audiovisual e multimídia, ou apenas com palavras. O desafio é ser persuasivo a ponto de convencer a sua plateia.

  1. Bootstrapping

É o nome dado a um processo de autofinanciamento, em que o empreendedor cria a empresa apenas com recursos próprios. A única entrada de capital virá dos primeiros clientes.

  1. Crowdfunding

Também conhecido como financiamento coletivo, o crowdfunding permite que projetos sejam bancados pelas pessoas interessadas no produto ou engajadas com a ideia. Há plataformas que centralizam o processo, viabilizando a proposta.

  1. Capital semente

Capital semente é o investimento realizado na fase inicial da empresa, quando não há sequer um protótipo. Por esse motivo, é arriscado para o investidor e difícil de ser obtido pelo empreendedor.

  1. Investidor anjo

É um profissional experiente, que já alcançou o sucesso em sua carreira e tem capital disponível para investir em novos projetos. Além do investimento, ele dá orientação, ajuda a pensar em soluções e disponibiliza a rede de contatos.

  1. MVP

Minimum Viable Product ou apenas MVP é um produto que tem as características básicas desejadas, podendo ser lançado como um protótipo para avaliação dos clientes e análise do desempenho.

  1. Lean startup

Trata-se de um conceito de gestão que prioriza o combate a desperdícios, tornando a startup mais eficiente e mais assertiva para acelerar seu crescimento.

  1. SEO

A sigla para Search Engine Optimization consiste em um conjunto de técnicas e métodos que, quando bem aplicados, melhoram o posicionamento do site em mecanismos de busca. Fundamental para quem quer potencializar a presença online.

  1. Pivot

É uma mudança de direção e de estratégia: uma revisão do modelo de negócio baseada no comportamento dos usuários e no feedback dos clientes. Trata-se de uma das palavras mais utilizadas pelos consultores e especialistas.

  1. Valuation

O termo é utilizado para designar o valor de mercado de uma startup: o preço que deve ser pago por ela, considerando os investimentos realizados.

  1. Exit

Também conhecido como ponto de saída, o exit é o momento em que um sócio ou investidor entrega seu percentual da empresa em troca de uma quantia de dinheiro. Para a maioria dos investidores, chegar a esse estágio é a meta.

  1. Outsourcing

O termo se refere à terceirização de serviços, num processo específico que busca reduzir custos, contar com profissionais altamente especializados e adequar os investimentos com a demanda pelo serviço.

  1. ROI

A sigla para Return on Investment pode ser conhecida apenas como retorno. Simplificando, é a taxa de lucro do empreendimento, considerando a relação entre o dinheiro ganho (ou perdido) e o dinheiro investido.

  1. Escalabilidade

Finalmente, a explicação do termo utilizado no exemplo inicial. Uma ideia escalável é aquela capaz de ser reproduzida repetidamente em grande quantidade, sem que haja mudanças profundas na estrutura da empresa.

Aplicativos são escaláveis porque podem atender muitos clientes com o mesmo investimento; pizzarias não são porque carecem de espaço físico para crescerem em clientela e produção.

Agora que você conhece alguns dos principais conceitos e palavras que permeiam o mundo do empreendedorismo e das startups, não há motivos para hesitar diante de uma boa oportunidade. Boa sorte e bons estudos!