Veja como calcular o preço de venda de seus produtos e serviços

Deixar um comentário

Qual preço devo cobrar por um produto ou serviço? Essa dúvida é comum entre muitos empreendedores, que têm receio de determinar um valor inadequado para os clientes. Afinal de contas, errar na hora de estipular o preço de venda prejudicar o lucro ou as vendas – e se o problema não for corrigido, o negócio vai à falência.

Se você se encontra nessa situação, veja qual cálculo é necessário para decidir o valor e garantir um saldo positivo no final do mês.

Como ajustar o preço de venda

O primeiro passo é saber como o preço de venda é definido. Ele deve ser ajustado conforme outros custos do negócio: fixos, variáveis e não operacionais, considerando ainda uma margem de lucro a ser alcançada. Ou seja, a receita obtida com a venda dos produtos ou serviços deve cobrir os gastos que envolvem a produção e os recursos utilizados para a venda, além de gerar um percentual de dinheiro.

preço de venda
Para estipular o preço de venda, é preciso levar em consideração os gastos da empresa com cada produto e serviço. Foto: iStock, Getty Images

Sabendo disso, faça uma análise que funciona para qualquer tipo de negócio. Analise os custos: exatamente quanto a empresa gasta para adquirir, elaborar o produto e realizar os serviços.

Além disso, tenha em mente as despesas: quanto custa para comercializar os produtos ou serviços – entram na lista itens como pagamento de profissionais, água, luz, aluguel, comissões, fretes, impostos.

Feito isso, estipule um percentual viável de lucro a ser atingido. O lucro é o retorno que a empresa recebe quando efetua vendas com os clientes excluindo o pagamento dos custos e despesas. Depois, é hora de calcular.

Como calcular?

O cálculo para determinar o preço de venda consiste em somar os custos, despesas e lucro desejado. A soma desses fatores resultará no valor mínimo a ser cobrado por determinado produto ou serviço.

Outros fatores devem ser considerados

Esteja sempre atento à concorrência. Saber o quanto outras empresas estão cobrando é uma forma de analisar se o seu negócio é competitivo no mercado. Por meio dessa comparação, você vai saber se é preciso mudar o preço de venda.

Se o mercado e os consumidores não aceitam o preço que você cobra, é preciso repensar suas escolhas. O ideal é saber o quanto o cliente estaria disposto a pagar pelos produtos ou serviços.

Cuidado com o preço de venda muito baixo

Evite um erro que pode levar ao fim do seu negócio: cobrar um valor muito abaixo do viável. Muitas vezes, empresas que não se destacam pela qualidade acabam estipulando preços de venda baixíssimos, que não cobrem todas as despesas envolvidas nos processos de produção e comercialização.

O resultado? Depois de um tempo, ao invés de alcançar o lucro, o que sobra no final do mês são as dívidas.

Portanto, como ponto de partida, você deve colocar no papel todos os gastos envolvidos até que o produto chegue na loja e estipular um percentual de lucro desejado. Faça o cálculo para saber qual é o valor mínimo a ser cobrado, mas não esqueça de analisar fatores como o mercado e a percepção dos consumidores.

Gostou das dicas? Então, divulgue as informações, compartilhando o artigo com outras pessoas. Não deixe de deixar um comentário e escrever a sua opinião.