Espanhola Restalo adquire rival e se consolida como líder em reservas de restaurantes

Deixar um comentário

Desde que foram criadas, em 2009, as espanholas Restalo e Restaurantes.com competiam entre si para convencer os usuários a reservarem restaurantes nos seus respectivos aplicativos. Em setembro de 2015, essa disputa chegou ao fim com a fusão das duas empresas, que passaram a operar unicamente com a marca Restaurantes.com.

Para conhecer o funcionamento da plataforma e entender as projeções da empresa para o futuro, conversamos com o atual CEO da Restaurantes.com e antigo CEO da Restalo, Pablo Pastega. Continue a leitura e descubra os motivos para o aplicativo já ter atraído mais de 1,2 milhão de usuários.

A fusão entre Restalo e Restaurantes.com

Pastega explica que o fato de a Restalo e a Restaurantes.com terem sido rivais até pouco tempo não prejudica a parceria nem interfere no discernimento de seus fundadores. “Nós compartilhamos muitas coisas e, especialmente, a visão de que somos uma empresa de serviços para restaurantes. Nossos clientes são restaurantes. Os consumidores que reservam as mesas são os clientes dos nossos clientes”, esclarece.

A importância dessa comunhão de ideias e da convergência de opiniões, segundo ele, está na ideia de que o primeiro passo para ter sucesso no empreendedorismo é conhecer os próprios clientes e saber exatamente como a empresa irá gerar valor a eles.

Com a aquisição da Restaurantes.com pela Restalo, a nova empresa terá sedes em Madrid e Barcelona, de onde trabalhará para aumentar a oferta de restaurantes ao usuários: atualmente, os 1,2 milhão cadastrados podem reservar mesas em 6 mil restaurantes de 600 cidades espanholas.

A nova empresa será comandada por Pastega, a quem se juntam Antonio Fernández Ruiz (diretor operacional) e Jesús Alonso Gall (diretor comercial), fundadores da Restaurantes.com.

Restalo adquire Restaurantes.com
Fruto da fusão entre Restalo e SHI, Restaurantes.com oferece reservas grátis para mais de 6 mil restaurantes. Foto: Reprodução

Como funciona a plataforma

O funcionamento do aplicativo é simples e intuitivo, o que ajuda a entender o sucesso da plataforma. Basta acessar o site ou o aplicativo, escolher o restaurante de acordo com as preferências (preço, tipo de comida, localização, etc.), verificar a disponibilidade e efetuar a reserva. O serviço é gratuito e sem complicações.

“Qualquer pessoa pode encontrar e reservar uma mesa no restaurante perfeito para a ocasião. Para um almoço com colegas de trabalho, é possível encontrar os estabelecimentos com os melhores descontos. E, para jantar com o parceiro, você descobre o restaurante romântico ideal com apenas um clique”, exalta Pastega.

Mais um diferencial da plataforma é o fato de que os usuários têm acesso a recomendações de outros clientes para todos os restaurantes, mesmo que eles não ofereçam reservas. “As 240 mil opiniões de usuários presentes no nosso portal são 100% verídicas, porque publicamos apenas avaliações de quem efetivamente consumiu no estabelecimento”, aponta o CEO.

Futuro de desafios

De acordo com um estudo conduzido pela empresa, a porcentagem de reservas de restaurantes efetuadas pela internet na Espanha é cinco vezes menor do que a de países como os Estados Unidos. Em outras palavras: há espaço para crescer.

Só que a tarefa não é simples. Pastega explica que o principal desafio para crescer nesse segmento é convencer os usuários de que vale a pena reservar online. “Nossa estratégia de comunicação e marketing é explicar aos clientes quão cômodo e simples é reservar por meio da Restaurantes.com, em comparação, por exemplo, com o telefone”, conta.

Além disso, outros desafios da empresa são estabelecer-se como o principal guia de restaurantes, reunindo informações de qualidade e em grande quantidade, e atrair os donos de restaurantes para a plataforma – objetivo que esbarra na gestão pouco digitalizada da maioria dos restaurantes.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.