Comida gourmet: food trucks são tendência no mercado latino-americano

Deixar um comentário

Novas tendências surgem o tempo todo no mundo dos negócios, e quem aproveita uma nova moda com sabedoria e eficiência tem tudo para obter sucesso em uma empreitada comercial. Os estabelecimentos que vendem lanches gourmet são a sensação do momento e atraem cada vez mais clientes. Talvez essa seja a oportunidade que você estava esperando para empreender.

Loucos por comida gourmet

Em 1984, foi lançado o livro The Official Foodie Handbook (O manual oficial do foodie), escrito por Paul Levy e Ann Barr, editado em Londres. A obra definia um foodie como “uma pessoa muito, muito, muito interessada em comida”. Naquela época, com a economia aquecida nos Estados Unidos e Reino Unido, o mercado passava a criar novas alternativas para o público consumir nos supermercados e restaurantes.

Surgiam, então, os foodies. Você pode estar pensando: “Eu também me interesso por comida, onde está a novidade?”. A relação dos aficionados pelas novidades gastronômicas com a comida é um pouco diferente – eles não se importam de gastar parcela considerável de seu salário em restaurantes e estão sempre em busca de novas experiências para o seu paladar.

gourmet
Os aficionados por gastronomia estão constantemente buscando por novidades. Foto: iStock, Getty Images

Embora a definição de quem é ou não é um foodie seja bastante subjetiva, é importante distingui-los de quem come compulsivamente ou dos esnobes que vão em restaurantes caros e renomados somente pelo status. Um foodie costuma pagar, de fato, mais caro por suas refeições, mas não fecha os olhos para aquela comida de rua feita a partir de uma receita especial.

Os jovens da atual geração estão revisitando esse gosto especial pelos lanches gourmet. Mas o foodie moderno tem uma característica peculiar em relação ao que surgiu nos anos 1980: quando o prato tão esperado chega, tira uma foto para publicar no Instagram e no Facebook. Exibicionismo ou não, o fato é que essa onda criou um novo nicho de mercado, e as mídias sociais, caso o produto seja de qualidade, transformam-se em uma ótima mídia gratuita.

Comida gourmet na América Latina

Esse público-alvo não é novo em países como os Estados Unidos, mas tem aumentado de forma intensa na América Latina. Um dos melhores destinos gastronômicos do mundo, hoje, é o Peru. De uns anos pra cá, a culinária peruana tem sido muito valorizada, e o resultado é que, no país, passou a ser muito fácil encontrar refeições no estilo gourmet.

Já no Brasil, a “comida sobre rodas”, mais conhecida pelo termo inglês food truck, é a sensação do momento – e muitos desses caminhões de comida apresentam opções gourmet de lanches já conhecidos. Veja, abaixo, alguns exemplos de opções gastronômicas que têm conquistado um bom espaço no mercado ultimamente.

Produtos orgânicos

Além de procurar novas experiências para o paladar, os foodies muitas vezes se preocupam em conhecer a procedência do que estão comendo. Pratos caseiros, feitos com ingredientes orgânicos, produzidos sem agrotóxicos, caem na graça do público.

Food trucks

Os food trucks são uma grande sensação em muitos países da América Latina. Neles, é possível vender comidinhas gourmet de modo itinerante. Ou seja, além da vantagem de aproveitar um público ávido por novidades, pode-se deslocar o ponto de venda estrategicamente para os melhores locais.

Paletas mexicanas

As paletas mexicanas – picolés artesanais recheados – são um grande sucesso no verão brasileiro. Gourmet ou não, o fato é que esse doce se utiliza da mesma proposta de muitos food trucks: agregar valor a uma comida já bem conhecida.