Veja como lidar com a concorrência com 4 dicas valiosas

Deixar um comentário

Você construiu uma base sólida de clientes, as vendas correm no ritmo desejado e a empresa parece crescer regularmente. Até que um forte concorrente chega à cidade, disposto a atrair a sua clientela. Se você não souber como lidar com a concorrência, será difícil proteger a empresa e garantir os resultados financeiros.

Mas há uma boa notícia: seguindo alguns procedimentos simples na gestão estratégica do negócio, é possível identificar seus potenciais e explorar suas virtudes, a fim de estabelecer um diferencial para os concorrentes. É isso que explica Luis Moreira, Diretor de Gestão do Grupo Zimmermann Consultoria. Ficou curioso? Então continue a leitura e descubra como aplicar o conceito na prática.

como lidar com a concorrência
Analisar o comportamento do público-alvo é uma das melhores dicas para se diferenciar. Foto: iStock, Getty Images

A busca pelo diferencial

Segundo o especialista, todo empreendedor deve entender que os consumidores tomam decisões com base no que é melhor para eles. Moreira combate a ideia romântica de que, após construir um relacionamento com o cliente, há como garantir que ele continuará voltando.

Imagine que uma academia de bairro tenha clientes fiéis há muitos anos. O dono do espaço acha que isso se deve ao laço que foi criado entre a clientela e o estabelecimento, mas basta surgir uma academia maior, com equipamentos novos e preços reduzidos, para que ele veja a base de clientes diminuir.

“A fidelização da clientela está a cada dia mais difícil, pois o mercado se modifica muito rápidamente e os clientes sempre querem provar uma novidade”, argumenta Moreira. Nesse caso, a única solução, de acordo com o especialista, é entender o mercado: “A melhor maneira de driblar a concorrência é se antecipando a ela”.

Ariovaldo Lopes da Silva, mestre em Ciências Contábeis e CEO da Alpha Premium Consultoria, corrobora: “Não existe fidelização que segure um cliente de trocar de fornecedor quando a vantagem em custo ou qualidade ou ainda o nível de serviço da concorrência são muito grandes”.

E é aí que surge a importância do diferencial, que também é conhecido sob o nome de vantagem competitiva. Você precisa dar motivos para que os clientes permaneçam ao seu lado, e não imaginar que eles o farão por vontade própria.

Como lidar com a concorrência

Há diversas maneiras de estabelecer um diferencial na sua empresa. Confira algumas a seguir:

1. Conheça seu público-alvo

O que seu cliente realmente deseja? A qual critério ele dá mais importância na hora de comprar o seu produto? É a velocidade de atendimento? O preço? A qualidade? Para conhecer o público-alvo, uma boa opção é promover pesquisas de comportamento, seja durante o atendimento ou por meio de uma consultoria especializada.

Outra dica é analisar o mercado como se você fosse o consumidor. “Ponha-se no lugar do seu cliente”, ensina Lopes. “Procure argumentos que levariam você como cliente da sua empresa a comprar de outro. Procure entender como o mercado vê o seu produto, a sua empresa e os motivos para comprar de outro.”

2. Estude o concorrente

Geralmente, é fácil entender os diferenciais que o concorrente está propondo para cativar a clientela. Pode ser uma promoção especial, a isenção no estacionamento, uma margem de lucro menor, mais opções de pagamento, um programa de fidelidade… Lance mão de todas suas alternativas para descobrir as estratégias do competidor.

3. Invista em treinamentos

Quanto mais preparada for a sua equipe de vendas, mais rápido ela entenderá as necessidades dos clientes. Treinamentos também podem ajudar a aprimorar o atendimento, a disposição dos produtos e a organização do espaço da sua loja.

4. Foque no pós-venda

Por fim, vale lembrar que muitos empreendedores se preocupam apenas em vender, e abandonam o cliente depois de confirmar o pagamento. Você pode ser diferente. Procure criar um laço com o consumidor, seja por meio do envio de uma newsletter, de programas de fidelidade ou de promoções especiais para quem já comprou na sua loja. Além disso, dedique toda a atenção possível a um cliente que teve problemas com o produto e precisou voltar.

E aí, gostou da matéria? Então ajude a divulgar o artigo compartilhando o link com seus seguidores nas redes sociais. Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias.