Como se destacar da concorrência transformando os seus fornecedores em aliados

Deixar um comentário

Abrir uma empresa, em um país burocrático e pouco eficiente como o Brasil, não é a tarefa mais fácil do mundo, mas acredite, mantê-la em operação e resultando aquilo que foi planejado tende a ser ainda mais desafiador.

Com o dinamismo dos mercados e a forte concorrência, é de fundamental importância que os empreendedores estejam antenados às mais distintas variáveis. Conhecer seus concorrentes é imprescindível, mas ter fornecedores como aliados é existencial.

Teamwork and team spirit
Foto: Creative Commons

Conheça a fundo os seus fornecedores

Na fase de elaboração do business plan, o futuro empreendedor é orientado, através dos inúmeros modelos disponíveis na Internet, a listar e definir seus fornecedores de materiais, produtos e serviços. Ocorre que, apenas cita-los, visando saber somente quanto cobram pelo que oferecem, não é o bastante. Tenha sempre em mente que para um empreendedor, não há detalhe que seja apenas um “detalhe”. Vá mais fundo!

4 dicas para transformar os seus fornecedores em verdadeiros aliados

Se o seu modelo de negócio depende essencialmente de alguns fornecedores para existir, assim como acontece em uma indústria que precisa de algumas matérias-primas para produzir, essas dicas foram escritas para você!

  1. A escolha do principal fornecedor deve ser uma decisão estratégica. Escolher trabalhar com uma empresa “A” ou “B”, precisa passar por uma análise tão criteriosa quanto escolher seus próprios colaboradores. É preciso conhecê-los de perto, identificando suas maiores qualidades e reconhecendo suas falhas.
  2. Você tem informações suficientes sobre a saúde financeira dele? Seu negócio depende dos serviços ou produtos fornecidos por ele. Se seu fornecedor passar por uma crise durante a qual deverá deixar de produzir ou entregar o que você precisa, esta crise deixará de ser apenas dele e passará a ser, automaticamente, sua.
  3. Seja um cliente fiel do seu principal fornecedor. Convide os profissionais que mantêm um relacionamento mais próximo para participarem de eventos corporativos em sua empresa, como festas de final de ano, lançamento de novos produtos ou apresentações institucionais. É importante que os envolvidos nessa interface se sintam parte do seu negócio. Quem iria deixar de ajudar alguém tão próximo?
  4. Ser próximo de seu parceiro de negócio não significa ser “escravo” dele. Se por um lado é de extrema valia ter uma forte conexão com seu principal fornecedor, por outro lado é preciso ter em mente que seus objetivos são prioritários. Mantenha sempre um outro potencial fornecedor em quarentena. Dessa forma, você irá se prevenir de surpresas desagradáveis que possam interferir em seu negócio. Não ser dependente de apenas um fornecedor te coloca em uma posição privilegiada em negociações mais complexas e te oferece liberdade para novas tomadas de decisões, como expansão territorial ou alguma nova estratégia de posicionamento no mercado.

Lembre-se de que seus fornecedores também buscam se manterem firmes e que muitos dos desafios deles são, em parte, semelhantes ao seus. A parceria de negócio precisa ser tratada como um jogo no qual ambos ganham e se ajudam. Use isso a seu favor e você terá um grande aliado!