Confira uma lista dos impostos na Colômbia

Deixar um comentário

A Colômbia é o país da América Latina com o melhor ambiente para negócios segundo o relatório Doing Business. Pensando em empreender? Conheça a lista de impostos cobrados na Colômbia e decida se apostar as fichas nesse país é uma boa ideia.

na colombia
Colômbia tem a 9ª maior carga tributária da América Latina. Foto: iStock, Getty Images

Carga tributária na Colômbia

A carga tributária da Colômbia é a 9ª maior da América Latina. O dado é de um estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Segundo o órgão, os impostos na Colômbia representam 19,6% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Com percentuais maiores são de Argentina, Brasil, Uruguai, Bolívia, Costa Rica, Chile, Equador e México. A taxa colombiana é menor que a média do continente – 20,7% do PIB.

Desde 2005, Bogotá implementou 29 reformas regulatórias, como facilitar a transferência de propriedades e melhorar o acesso a créditos que garante as operações, reduzindo o tempo das operações e eliminando obstáculos a empresários locais.

A Colômbia ocupa o posto de número 34 entre os melhores países para se fazer negócio na classificação de 189 economias de todo o mundo.

Impostos cobrados

Renda e ganho ocasional

O imposto sobre a renda é nacional e diz respeito às operações correntes da empresa. Já o imposto de ganho ocasional é complementar, e diz respeito a ganhos em atividades não contemplados nas atividades correntes. O imposto de renda tem uma taxa de 35%, enquanto o de ganho ocasional, 10%.

Imposto sobre a renda para equidade (CREE)

O CREE é um dos impostos na Colômbia que têm caráter nacional. A taxa de 9% sobre as receitas que são suscetíveis de aumentar o patrimônio das empresas é pago em benefício dos trabalhadores, geração de emprego e investimentos sociais.

Imposto de Valor Agregado (IVA)

É um imposto indireto nacional sobre a prestação de serviços e venda e importação de bens. As tarifas variam entre 0%, 5% e 16%, dependendo do bem ou serviço.

Imposto ao consumo

Imposto que incide sobre os setores de veículos, telecomunicações, alimentos e bebidas. As taxas podem variar entre 4%, 8% e 16%.

Impostos sobre Transações Financeiras

Esse imposto na Colômbia é aplicado a cada transação em contas correntes, cheques e poupança. Tem uma taxa de 0,4%.

Imposto de Indústria e Comércio

Imposto aplicado a atividades industriais, comerciais ou de serviços realizados dentro de um distrito ou município. Varia entre 0,2% e 1,4%.

Imposto predial

Cobrado anualmente, esse imposto garante o direito de propriedade de um imóvel. Varia entre 0,3% e 3,3%. É cobrado pelos municípios ou distritos.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

Matérias relacionadas