Setor de hotelaria e turismo da Colômbia é oportunidade de investimento

Deixar um comentário

Com grandes belezas naturais e patrimônios históricos, a Colômbia é um destino cada vez mais procurado por turistas da América Latina e do resto do mundo. A consequência é o crescimento do setor de hotelaria e turismo no país, realidade confirmada pelo Banco da República.

De acordo com os dados da instituição, o Investimento Estrangeiro Direto (IED) na área de comércio, restaurantes e hotéis cresceu cerca de 180% ao longo dos últimos cinco anos. E as oportunidades estão espalhadas por todo o território.

hotelaria e turismo
Isenção de impostos é um dos incentivos para investir em turismo e hotelaria na Colômbia. Foto: iStock, Getty Images

Por que investir em hotelaria e turismo na Colômbia

Em 2000, chegaram 600 mil viajantes estrangeiros na Colômbia. Em 2014, de acordo com o Ministério de Indústria, Comércio e Turismo, foram 1,9 milhão.

O aumento expressivo não é fruto de mero acaso. Preocupado em desenvolver o setor, o país tem desenvolvido uma série de medidas, ano a ano, que ajudam a atrair capital externo e também turistas. Entre 2011 e 2012, por exemplo, houve um crescimento de 75,4% no números de profissionais graduados em áreas relacionadas à hoteleria e turismo.

Os incentivos fiscais são outro ponto de destaque. É oferecida isenção do imposto de renda por um período de 30 anos para serviços hoteleiros prestados em novas instalações – ou tiveram remodelação ou ampliação. A medida teve início em 2003 e deve valer até 2017.

Desde 2003 também é oferecida uma isenção de 20 anos para empresas que investirem ou oferecem serviços de ecoturismo no país. Aqui o objetivo é desenvolver o potencial do país, que é o quarto em recursos hídricos de todo o mundo e conta também com 53 milhões de hectares de florestas naturais.

Casos de sucesso em investimentos

Com todos os incentivos oferecidos, diversas redes da área de hotelaria e turismo têm encontrado na Colômbia uma oportunidade de ampliar os negócios de uma maneira rentável.

É o caso, por exemplo, da Hilton Hotels Corporation, que recebeu a assessoria da ProColombia, ligada ao Ministério da Indústria e Turismo, para se instalar no país. A cadeia, com origem nos Estados Unidos, foi a primeira a construir um resort no país, localizado em Cartagena.

Já a rede Marriot Internacional, que já contava com três hotéis em território colombiano, anunciou, no fim de 2014, a construção de outros cinco, como parte do projeto de expansão que encontrou na ProColombia uma parceira na compreensão do cenário local.

Em destaque aparecem ainda redes hoteleiras como Internacional Hotels Group (IHG), Accor, Hyatt, NN Hotels, Pestana, Sonesta, Starwood e Radisson. Cada um preservando suas características, foram responsáveis por ampliar a oferta de hospedagem no país, seja para o turismo de negócios ou familiar.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.

Matérias relacionadas