Nomes para salão de beleza: como escolher

Deixar um comentário

O Brasil é o terceiro maior mercado consumidor do mundo no segmento de beleza, atrás apenas do Japão e dos Estados Unidos. Em um país ávido por esse tipo de serviço, abrir uma estética ou um salão de cabeleireiro pode ser um bom negócio. Mas você sabe como escolher entre tantas as possibilidades de nomes para salão de beleza ao montar seu negócio?

Bons nomes para salão de beleza

Confira, abaixo, algumas dicas para começar a pensar em nomes para salão de beleza.

1. Decida a imagem que você quer passar

Quando for decidir nomes para salão de beleza, você deve pensar que ele carregará a imagem do seu negócio. Por isso, pense no que você quer transmitir: economia, luxo, foco no público masculino… O nome vai depender disso.

2. Quais os serviços oferecidos

Pense nos serviços que você vai oferecer. Se você oferecer serviços de cabeleireiro e manicure, o nome precisa passar isso. Se tiver massagem, por exemplo, talvez o mesmo nome não seja ideal.

3. Verifique se o nome é inédito

De nada adianta você escolher o nome perfeito, conquistar uma clientela e depois que descobrir que a marca já existe. Você pode ser obrigado a trocar o nome e confundir seus clientes ou até mesmo ter que pagar uma multa. Por isso, faça uma busca no Google e no site do INPI e verifique se esse nome é inédito.

O mercado da beleza no Brasil

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), cerca de 342 mil salões de beleza são formalmente registrados no Brasil e, destes, 286 mil são microempreendedores individuais (MEI).

O último estudo divulgado pela Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) mostra que a venda dos produtos de beleza e higiene cresceu 15,62% em 2012. Segundo a associação, este mercado mantém seu crescimento anual na faixa dos 10% há alguns anos.

nomes para salão de beleza
O Brasil é o terceiro mercado do mundo em produtos de higiene e beleza. Foto: iStock, Getty Images

Como planejar o negócio

Para o consultor Wagner Santos, expert em negócios de beleza há 10 anos e consultor da WSA Projetos e Treinamentos, o investimento necessário para abrir um salão de beleza varia muito, pois depende da estrutura que o espaço terá.

“Antes de abrir um negócio, o empreendedor deve conhecer quem será sua futura clientela, gostos, estilos e qual a comodidade que será oferecida. Terá fácil acesso e lugar para estacionar? Quem são seus concorrentes? O novato deve ter uma base sólida, dando uma direção aos objetivos da empresa, como a criação da missão, visão e valores”, explica Santos.

Antes de pensar em nomes para salão de beleza, portanto, você precisa definir qual o perfil do seu negócio e quais serviços vai oferecer. Isso será essencial na hora de ajudar você a montar seu negócio.

Existem salões de beleza para os mais diferentes tipos de público (masculino, feminino, unissex, infantil), com os mais variados serviço (cabelo, maquiagem, unha, depilação, massagem), preços e público-alvo. Por isso, monte um bom plano de negócio para responder a essas perguntas.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre o assunto, deixe um comentário abaixo e contribua com a troca de ideias. Não esqueça de compartilhar esse artigo com seus seguidores nas redes sociais.